Como trabalhar e estudar ao mesmo tempo e se dar bem nos dois?

6 minutos para ler

Você sabe que chegou à vida adulta quando os boletos no seu nome começam a aparecer e, para pagá-los, a alternativa é arranjar um emprego. Por isso, para a maioria dos universitários, a possibilidade de dedicar-se apenas ao curso simplesmente não existe. Eles enfrentam o desafio de trabalhar e estudar ao mesmo tempo, o que exige uma série de adaptações e muita disciplina.

Porém, é possível ter um bom aproveitamento na faculdade mesmo enfrentando esse desafio. Organização e otimizações na rotina facilitam a conciliação dessas duas tarefas, o que vai ajudá-lo a alcançar seus objetivos e se orgulhar ainda mais de suas conquistas. Quer saber como? Confira nossas dicas!

Organize-se

O primeiro passo para se dar bem e conseguir conciliar trabalho e estudos é a organização. Monte um calendário minucioso das suas atividades da semana, mas mantendo uma pequena reserva de tempo para imprevistos. Cumpra-o rigorosamente, dedicando o tempo necessário ao seu emprego e também às atividades da faculdade. Mantenha à vista as datas de provas e trabalhos e comece a fazê-los com bastante antecedência.

O fato de fazer seus trabalhos antes vai evitar atrasos na entrega ou perda de nota, bem como a impossibilidade de aproveitar alguns compromissos sociais. Se os seus amigos chamarem para uma festa ou para reunir a turma em um barzinho e todas as suas atividades estiverem prontas, por que não? Isso não aconteceria se você tivesse deixado para a última hora e o prazo fosse exatamente igual ao do convite.

Use a aula para construir conhecimento

Essa é uma dica antiga, mas que continua valendo. Se você prestar atenção às aulas, aproveitar para tirar suas dúvidas e fizer anotações, vai precisar de muito menos tempo para estudar na época das provas. Portanto, esse não é o momento ideal para socialização.

Se o seu método mais eficiente de aprendizagem é ouvir, a explicação do professor fará com que guarde as informações com muito mais facilidade. Se a sua assimilação é visual, aproveite enquanto ele fala para fazer mapas mentais sobre o assunto, por exemplo. Assim, perto da avaliação você só precisará revisar os conteúdos.

Não volte com dúvidas para casa

Uma dúvida aparentemente simples hoje pode impedir que você compreenda a matéria de amanhã. Por isso, o ideal é não deixar nenhum detalhe passar antes que essas pequenas perguntas se tornem uma bola de neve e se transformem em uma grande dificuldade. Durante as aulas, questione o professor. Se o curso for na modalidade EAD, procure o monitor, consulte o fórum e não sossegue até ter uma resposta satisfatória.

Descubra sua melhor maneira de aprender

E por falar em aula e mapas mentais, o fato é que todos nós temos um estilo de aprendizagem. Isso significa que alguns retêm melhor a informação ouvindo, outros lendo, outros por meio de imagens, e assim por diante. Descubra qual é seu ponto forte e prepare-se para estudar utilizando os recursos que mais o favorecem. Atualmente, com toda a tecnologia que temos na palma da mão, isso é muito fácil.

Planilha de gastosPowered by Rock Convert

Vamos dar um exemplo: suponha que você aprende melhor ouvindo. Então, basta gravar suas anotações da aula ou mesmo o texto dos livros e apostilas e ouça-os na ida para o trabalho ou no trajeto de volta. Outra dica é ouvir podcasts sobre o assunto.

Se o seu aprendizado é mais visual, crie mapas mentais e fotografe-os. Também é possível potencializar a retenção de informações com videoaulas em que o professor usa bastante o quadro, imagens ou animações. Esse esforço fará suas horas de estudo renderem muito mais.

Aproveite bem o seu tempo

Mesmo que seja contra a nossa vontade, nós perdemos um bocado de tempo todos os dias. Trânsito, tempo aguardando o transporte, salas de espera em consultórios, filas de banco… Então, aproveite esses momentos para revisar a matéria e se preparar para as avaliações! Tenha sempre em mãos (inclusive no smartphone) algum material referente às aulas. Dessa forma, ficará mais fácil ter um bom rendimento sem precisar usar todo o seu tempo livre para estudar.

Elimine distrações

É muito fácil se distrair durante os estudos quando o smartphone não para de sinalizar a chegada de mensagens e outros alertas de redes sociais. Para fazer seu tempo render, é importante silenciar esses aparelhos ou, em alguns casos, deixá-los longe para não cair na tentação de “dar aquela olhadinha” e iniciar um ciclo de procrastinação. Caso estude utilizando o computador, mantenha apenas as abas relacionadas ao assunto abertas, pois isso também evita a navegação aleatória.

Separe momentos de lazer

Ninguém é de ferro! Por isso, a vida não é só trabalhar e estudar. Todos precisamos descansar, fazer atividades que gostamos e dedicar algumas horas por semana para a vida social. Então, tenha uma parte do seu final de semana reservada para relaxar e curtir sua família, amigos, dogs e esportes — ou qualquer outra distração que faça bem à sua mente. Se você organizar seus trabalhos e estudo direitinho, sempre sobra algum tempo para isso.

Otimize sua rotina

Nós não precisamos escolher as alternativas mais complicadas. A faculdade é uma etapa de crescimento e construção de conhecimento, e não de tortura. Então, se existem cursos que você pode fazer a distância ou mesmo na modalidade semipresencial, aproveite-os! Muitas faculdades já tem programas assim: não é preciso se deslocar até a universidade ou, em outros casos, isso só é necessário algumas vezes por semana.

Quanto menos horas você gastar com deslocamentos, mais tempo e energia terá para fazer o que realmente importa: estudar e se preparar para ser um profissional de sucesso. Portanto, busque instituições que entendam isso e facilitem a sua vida por meio de cursos ou disciplinas EAD, desde que elas sejam reconhecidas no mercado pela boa qualidade de suas graduações. Assim, será mais fácil trabalhar e estudar ao mesmo tempo!

Ao otimizar a rotina, organizar a agenda e aproveitar bem o tempo, você conseguirá fazer suas atividades da faculdade no menor prazo possível e com um bom rendimento. No começo, isso exigirá alguma disciplina, mas depois a tolerância a esse período mais longo de concentração aumenta gradualmente, fazendo com que seja mais fácil trabalhar, estudar e se dar bem nos dois!

E aí, gostou do post? Quer conhecer outras dicas para melhorar seu rendimento na faculdade e se preparar para aproveitar as excelentes oportunidades do mercado do trabalho? Assine nossa newsletter agora mesmo para receber sugestões de conteúdos como este diretamente em seu e-mail!

Baixe agora mesmo nosso e-book sobre como conquistar sua independência financeira!Powered by Rock Convert
Você também pode gostar