Terminei o Ensino Médio: autoridade em carreira te mostra o que fazer!

Terminei o Ensino Médio
6 minutos para ler

Depois de tanto esforço para concluir o terceiro ano, é comum sentir alívio e ansiedade. Esses sentimentos acompanham muitos questionamentos: “terminei o Ensino Médio, e agora? Como a vida vai ser daqui para a frente? Quais caminhos posso seguir?”.

A verdade é que os desafios são muitos, pois essa é uma fase de novas responsabilidades e decisões que podem moldar o resto da sua vida. Para ajudar da melhor forma em um momento tão importante, entrevistamos a analista de carreiras Aline dos Santos Pereira, que nos deu dicas essenciais para enfrentar toda a insegurança que envolve o término do Ensino Médio.

Quer saber quais são elas? Continue a leitura deste post e conheça melhor as possibilidades dessa nova etapa da sua vida!

Terminei o Ensino Médio. O que fazer?

Antes de tudo, é preciso manter a calma e não se desesperar. Muitos jovens recém-formados podem se sentir cobrados pela família a ingressar em um curso superior rapidamente e até a optarem por alguma carreira específica, mas saiba que você tem muitas outras alternativas a considerar.

Nada impede, por exemplo, de você começar a trabalhar, fazer um curso técnico ou mesmo um intercâmbio antes de entrar na faculdade. Nesse caminho, é preciso levar as suas preferências e a sua vocação em conta, controlando também a sua autocobrança para não tomar decisões precipitadas.

Lembre-se de que cada pessoa tem o seu próprio tempo para entender qual é o melhor caminho a ser seguido. E, muitas vezes, é preciso contar com um período maior para conhecer suas alternativas, ainda que você já esteja pensando nisso desde o início do Ensino Médio. A única coisa que você não pode deixar para trás é a vontade de aprender e ter experiências novas.

A faculdade ainda é a melhor opção?

De acordo com a analista de carreiras Aline dos Santos Pereira, o Ensino Superior representa uma escolha que oferece mais segurança profissional, ainda em tempos de crise. “O diploma ainda tem um peso no mercado, que está se aquecendo agora. A gente tem um diferencial no momento de escolha, entre uma pessoa com curso superior e outra sem ele”, explica.

Além disso, existem muitos motivos para entrar na faculdade logo após o término do Ensino Médio. Com a entrada diretamente na graduação, você tem a oportunidade de atuar na área em que escolheu mais cedo, o que faz com que você se posicione no mercado como alguém que tem capacitação para exercer o trabalho em questão. Dessa forma, fica mais fácil conquistar a independência financeira e seguir um plano de carreira dentro da área em que você optou por atuar.

O que fazer quando não sei o que quero?

Aline ressalta que o autoconhecimento é primordial no momento de escolha de carreira, afinal, apenas com uma compreensão clara dos seus interesses e valores é possível entender qual é a sua vocação.

“A primeira dica é buscar um teste de vocação profissional, para que a pessoa entenda qual é o seu propósito. Outra dica é buscar um coach de carreiras. Ele vai fazer uma trilha de autoconhecimento que não vai dar respostas prontas, mas é capaz de ajudar a entender qual é a vocação do seu orientado. Isso é decisório na hora de escolher um curso que esteja de acordo com as habilidades e paixões da pessoa“, diz ela.

Vestibular-onlinePowered by Rock Convert

Com essas informações em mente, fica mais fácil realizar uma análise posterior das alternativas disponíveis. “Quando você se conhece bem, acaba fazendo eliminações. Se você não sabe qual é o seu propósito ou o seu potencial, isso não ajuda na escolha de um curso”, ressalta Aline.

Como saber se o curso que escolhi é o certo para mim?

Se você já tem algumas pistas sobre a carreira que deseja seguir, mas ainda não tem total certeza sobre a escolha do curso que pretende fazer, saiba que conhecer o mercado e conversar com profissionais que já atuam naquela área pode ser um exercício e tanto para aumentar a sua confiança.

“Geralmente o jovem entra no curso sem conhecer a si mesmo ou o mercado daquela área. A dica que eu dou para quem me procura é estudar sobre o mercado de trabalho antes de fechar a matrícula. Procure saber se as áreas de atuação estão dentro do perfil do que você gostaria de fazer. Se a pessoa é extremamente relacional, por exemplo, talvez um trabalho no qual ela tenha que mexer apenas com planilhas não seja a melhor opção”, diz Aline.

Como manter a ansiedade sob controle?

O fim do Ensino Médio é uma época conturbada para muitos jovens, e nessa fase é normal ficar um pouco sem rumo ou ter preocupações com o futuro. Não sinta culpa por isso e aproveite a sua insegurança para analisar as opções mais de uma vez.

Além disso, é preciso ter em mente que é sempre possível recomeçar. Tire o peso das suas costas ao saber que você sempre pode voltar atrás e optar por uma nova formação em qualquer momento da sua jornada. Também é possível complementar os conhecimentos que você já adquiriu com uma pós-graduação, um mestrado ou um curso livre em outra área de atuação.

Por fim, leve o tempo que for necessário para entender suas preferências e procure manter a autocobrança fora desse processo. Se julgar necessário, procure ajuda profissional para lidar com a pressão ou para ter mais segurança nessa nova fase da sua vida.

O que fazer quando a condição financeira não ajuda?

Infelizmente, uma consulta particular com um psicólogo ou coach de carreiras não é financeiramente acessível a todas as pessoas. O mesmo vale para o custo de um intercâmbio ou de uma faculdade particular. Para esse último caso, você pode aproveitar as bolsas de estudo disponíveis na sua cidade ou até mesmo se informar sobre condições especiais de pagamento.

Se você acha que a sua condição financeira é um empecilho para o seu autoconhecimento, Aline garante que muitas ferramentas gratuitas estão disponíveis para ajudar: “hoje em dia, a internet possibilita um conhecimento que dá algumas pistas do que é o seu potencial, o seu caminho, de acordo com suas habilidades”.

O famoso “não sei o que fazer agora que terminei o Ensino Médio” não vai mais assombrar você daqui para frente. Considere todas as informações que listamos neste post para tomar uma decisão acertada em relação ao seu futuro e saia em rumo dos seus objetivos!

Aproveite para conhecer a Rota das Carreiras da Estácio e descobrir qual profissão tem mais a ver com a sua personalidade!

Você também pode gostar