Sucesso profissional: o que Caito Maia procura em seus novos estagiários da Chilli Beans

sucesso profissional
6 minutos para ler

Realizar o ensino superior em uma universidade é uma oportunidade única para transformar a própria vida e, por fim, conseguir um espaço para fazer a diferença no mercado de trabalho. No entanto, com a alta concorrência dos dias de hoje, ter uma boa frequência nas aulas e tirar notas altas não é o suficiente.

É por isso que a Estácio oferece diversas oportunidades no seu setor de carreiras para aprimorar sua capacitação profissional, como grandes parcerias, serviços de orientação profissional e ofertas de estágio. Para se destacar, o aluno também deve se esforçar e aprimorar competências ao fazer sua parte.

Neste post, você vai entender quais habilidades precisa desenvolver para alcançar o sucesso profissional. Para isso, vamos contar com as dicas de um dos maiores empresários do país: Caito Maia, que é fundador da maior marca de óculos da América Latina, a Chilli Beans. Confira!

Envolvimento com projetos e pessoas

O network será uma das ferramentas mais poderosas para conhecer novos cenários e áreas de atuação, além de ser recomendado e aceito em novas oportunidades. Para isso, é preciso assumir o protagonismo da sua jornada acadêmica e se envolver inclusive com as atividades que acontecem fora da sala de aula.

Nesse contexto, vale tudo: monitorias de laboratório, grupos de estudo, clubes do livro, congressos, cursos e até festas. A Estácio facilita essa missão ao oferecer feiras de recrutamento, programas de voluntariado e diversas atividades extracurriculares. Para quem já é formado, a rede Alumni procura desenvolver e manter a amizade de colegas e ex-alunos.

Outra iniciativa interessante da Estácio foi a ação “Formou Estágio: trabalhando com um Tubarão”, que selecionou seus alunos para estagiar com o fundador da Chilli Beans, Caito Maia. A vaga era exclusiva para estudantes da universidade, que deveriam compartilhar suas histórias e fazer provas práticas diante de uma banca de grandes investidores.

“A maior motivação para participar de um programa como esse foi o contato com pessoas. Mais ainda: poder unir a ponta da faculdade com uma empresa. Para mim, graças a Deus, foi muito especial porque acabei contratando duas pessoas”, diz Caito.

Resiliência

Até atingir o sucesso profissional, Caito teve que enfrentar muitas dificuldades. Ele conta que a Chilli Beans começou com uma conta negativa no banco. “Eu trouxe uns 200 óculos de um camelô em uma mala e comecei a vender para os amigos. Aquilo começou a bombar e eu bati na porta de uma empresa, cujo fundador pediu muitas peças (…), e eu fundei uma empresa de atacado chamada Blue Velvet. Cheguei a ter 250 clientes de atacado no mercado, dos quais dois não me pagaram e eu quebrei”.

Ainda com a vida financeira no vermelho, o empresário resolveu insistir no negócio e aproveitou a oportunidade de participar da feira Mercado Mundo Mix, onde criou o conceito da marca Chilli Beans. “Acho que estou onde estou porque não perdi o foco no meu negócio”, disse.

O foco e resiliência em casos como esses são a chave para garantir a automotivação que o profissional precisa para lidar com adversidades ou obstáculos na carreira. Além disso, também são sinais que demonstram inteligência emocional e maturidade diante de qualquer recrutador.

quiz-descobrir-o-seu-perfil-empreendedorPowered by Rock Convert

“Acho muito feio quando a vida te dá uma oportunidade e você larga ela. (…) Hoje, sem exagero, tenho uns 1.200 casos de ex-vendedores que têm franquias da Chilli Beans, cara que virou supervisor, um atrás do outro. Isso eu acho lindo!”, conta.

Jogo de cintura

Segundo Caito, um dos critérios utilizados na escolha de seu estagiário foi o popular “jogo de cintura”, ou seja, a capacidade de encontrar soluções e negociar com flexibilidade. Essa habilidade é cada vez mais imprescindível para o sucesso profissional, já que as pessoas que a desenvolvem têm mais condições para lidar com cenários diversos e percebem as oportunidades em momentos de crise com mais facilidade.

Demonstrar ser capaz de atuar em áreas distintas de uma empresa e se mostrar aberto a mudanças sem se deixar abater certamente conquista a atenção de recrutadores, principalmente aqueles que atuam em multinacionais ou precisam lidar com públicos diferentes. Nesse contexto, o jogo de cintura se torna um diferencial importante.

Para desenvolver essa competência, o estudante precisa demonstrar uma postura proativa e motivada diante de dificuldades ou desafios. É necessário perder o medo do desconhecido e atuar como um facilitador de mudanças sempre que possível.

Interesse e amor pelo que faz

Caito insiste que o sucesso profissional está diretamente relacionado ao amor pela função. E não é à toa: o profissional que gosta das atividades que desempenha é mais propenso a ser dedicado e proativo, afinal, a motivação para fazer um trabalho bem-feito já está no interesse pelo tema a ser trabalhado. “Quero saber que a pessoa não está lá apenas pelo dinheiro, fama ou oportunidade, mas sim para fazer o que ela gosta”, diz o empresário.

Se você ainda não sabe qual é a sua vocação nem o que gosta de fazer, uma boa dose de autoconhecimento pode ajudar. A partir do instante em que suas aptidões e interesses são definidos, é mais fácil pensar em como você pode transformar aquilo em algo rentável.

Vontade de aprender

Caito destaca que a sua admiração está focada em “um profissional que está sempre buscando o novo e querendo aprender”. Mais do que nunca, a atualização profissional deixou de ser um diferencial para se tornar uma necessidade diante de um mercado que está em constante mudança, acompanhado de tecnologias que nunca deixam de evoluir.

Diante desse cenário, já acabou o tempo em que os profissionais nunca se preocupariam em abrir um livro após a graduação. “Isso significa também o cara ter aquele ouvidinho de quem quer escutar e ser humilde para aprender sempre”, explica Caito.

Uma dica para desenvolver essa curiosidade ainda na graduação é procurar uma universidade que incentive o questionamento e ofereça atividades extracurriculares desde o primeiro período. Outro diferencial é uma instituição que permita experiências de mercado, como estágios e trainees, conciliadas aos estudos. Assim, o aluno terá oportunidades de planejar a trajetória de sua carreira e alcançar o sucesso profissional mais cedo.

Se você está a procura de uma instituição que faça a diferença na sua vida profissional, não deixe de conhecer a Estácio. Entre em contato conosco para conhecer nossos cursos e condições especiais de ingresso.

Você também pode gostar