Planejamento financeiro: como se organizar para pagar a faculdade?

planejamento financeiro: jovem mulher estudando em mesa de casa
6 minutos para ler

O planejamento financeiro é indispensável para todo universitário. Afinal, seu salário precisa ser o suficiente para pagar as mensalidades e, também, arcar com os demais custos que envolvem todo o processo de ensino, como aquisição de livros, apostilas, despesas com transporte, alimentação etc.

Devido a isso, é fundamental saber se organizar financeiramente para não ter contratempos no seu orçamento. Por meio do planejamento, você terá uma visão mais ampla das suas despesas e conseguirá identificar quais delas precisam ser eliminadas para não prejudicar os seus estudos.

Neste post, vamos mostrar a você como é preciso se organizar para pagar a faculdade sem prejudicar outras áreas da sua vida. Acompanhe!

Os benefícios do planejamento financeiro

O planejamento financeiro é uma ferramenta que possibilita manter seus pagamentos em dia, além de ajudar você a colocar em ação os planos que há tempos estavam apenas no papel. A seguir, conheça 3 principais vantagens de realizá-lo:

Planejar o futuro

O planejamento financeiro ajuda você a se organizar para conquistar seus sonhos no futuro. É verdade que nem sempre podemos fazer o que queremos — e muitas vezes isso se dá pela falta de recursos necessários para executar determinada ação. Já com o auxílio desse tipo de planejamento, será possível identificar o que precisa ser feito para alcançar seus objetivos.

Suponhamos que você deseja participar de um seminário relacionado ao seu curso em outra cidade. Com planejamento, será estipulado quanto deve ser gasto com transporte, estadia, alimentação e outros custos relacionados ao seminário, como taxa de inscrição. Dessa forma, você consegue saber quanto vai precisar economizar para atingir esse objetivo no futuro.

Aprender a cortar gastos

Quem nunca sentiu aquele aperto no coração na hora de deixar de comprar algo que tanto queria? Nesse caso, o planejamento financeiro não nos impede de ter aquilo que queremos, mas nos ensina que, para todas as coisas, há o seu tempo. Ou seja, você será educado financeiramente para evitar os gastos supérfluos — aquelas comprinhas que fazemos sem pensar direito, sabe?

De acordo com dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), 4 a cada 10 brasileiros compram por impulso. O planejamento financeiro faz com que você não participe dessa estatística, ensinando-o a identificar se realmente precisa adquirir determinado produto ou não.

Evitar pagamento de juros e dívidas

Ter crédito na praça é a melhor forma de conquistar os seus bens materiais. Hoje, as empresas não verificam apenas se o seu nome está inscrito no cadastro de inadimplentes, mas também analisam o seu score de crédito, o qual indica se você é um bom pagador ou não.

Nesse sentido, o planejamento financeiro organiza as suas despesas e evita o endividamento, sem contar que você também não precisará pagar multas e juros desnecessários por conta de atrasos.

Hábitos que vão ajudar você a construir um planejamento financeiro

Para que um planejamento financeiro seja realmente eficiente, você precisa seguir alguns passos importantes. Listamos os principais deles a seguir. Confira!

Estabeleça prioridades

O primeiro passo é estabelecer seus objetivos. Seu desejo é concluir com sucesso o seu curso superior? Então, está na hora de economizar nas viagens, happy hours com amigos, baladas, compras etc. Nesse momento, você estabelecerá as suas prioridades.

Planilha de gastosPowered by Rock Convert

Para conquistar aquilo que tanto deseja, você precisa ter foco e disciplina. Do contrário, seus objetivos nunca serão alcançados, e você ficará estagnado no mesmo lugar sem conquistar nada.

Todas as coisas boas da vida, como sucesso profissional e bens materiais, só podem ser adquiridas com muito esforço. Portanto, comece definindo quais são suas prioridades para não ter decepções futuras.

Faça um orçamento e entenda a sua receita

Outro ponto muito importante é entender a sua receita, isto é, quanto você ganha por mês. Se você observar que o seu salário não é o suficiente para conquistar todos os seus projetos futuros, é hora de pensar na possibilidade de conseguir uma renda extra. Com organização, você consegue conciliar bem todos os seus compromissos.

Se você é apaixonado por música, que tal começar a dar aulas para completar a sua renda? Se acha que não tem nenhum talento especial, separe as roupas, perfumes e acessórios que não usa mais e faça dinheiro com eles!

Entender a sua receita ajudará a realizar orçamentos mais eficientes e a garantir um bom controle dos seus recursos.

Viva de acordo com a sua condição financeira

O comportamento de gastar mais do que se ganha é mais comum do que você imagina. E o pior: você pode estar fazendo isso ultimamente! Esse tipo de atitude muitas vezes é tomada porque a pessoa não tem noção do quanto já gastou naquele mês — e, nessa situação, o planejamento financeiro ajudará você a ter um controle maior sobre as suas finanças.

O cartão de crédito é um dos maiores vilões dessa história. Se você não tem um controle eficiente sobre ele, as contas virarão uma verdadeira “bola de neve” e se acumularão ao longo dos meses.

Sendo assim, a dica é viver de acordo com a sua condição financeira. Se seus amigos da faculdade vão ficar no camarote em uma festa, por exemplo, reveja com cuidado as suas finanças para verificar se isso é viável para você também. Não é constrangimento dizer que não pode ir também — isso é sinal de que você tem os pés no chão e não arrisca o seu orçamento por pequenos momento de prazer.

Compare preços de produto

Comprar sem olhar os preços dos produtos não pode mais ser uma realidade na sua vida! Com o planejamento financeiro, você estabelecerá um limite de gastos. Assim, antes de fechar negócio, você precisa analisar as propostas de todas as empresas que oferecem determinado produto.

Vamos pegar o exemplo que demos anteriormente sobre o seminário que você gostaria de participar. Suponhamos que ele tem duração de 3 dias e que o seu planejamento apontou que você pode gastar até R$ 300 com estadia. Nesse caso, a diária deve ser de, no máximo, R$ 100, certo?

Caso você não encontre hotéis nesse valor, faça uma busca em outros sites que alugam imóveis por poucos dias, como é o caso do Airbnb, o qual oferece várias opções por preços bem acessíveis em diversos lugares do Brasil e do mundo.

Percebeu como planejamento financeiro é muito importante? Por meio dele, você consegue se organizar não apenas para pagar a sua faculdade, mas também para conquistar outros sonhos, tanto na sua vida pessoal, quanto na profissional.

Agora que você já sabe como se organizar financeiramente para pagar o seu curso superior, que tal entender se é possível conciliar o trabalho com a faculdade? Boa leitura!

Planilha de gastosPowered by Rock Convert
Baixe nosso material sobre faculdade a distância agora mesmo!Powered by Rock Convert
Você também pode gostar