Pitch profissional: a Estácio criou um laboratório para você se desenvolver

pitch profissional
6 minutos para ler

O pitch profissional é uma ação estratégica para a carreira que ajuda a mostrar suas qualidades e competências para conquistar uma vaga de emprego. O objetivo é descobrir as suas fortalezas, estimular o seu autoconhecimento e se apresentar a outros profissionais do mercado.

E a faculdade pode ajudar nesse processo. Ao apresentar suas ideias e seus projetos em eventos específicos, o aluno terá a oportunidade de receber feedbacks valiosos na hora e, com isso, entender quais habilidades precisam ser desenvolvidas. Além disso, é um encontro produtivo e dinâmico com outros profissionais.

Pensando nisso, preparamos este artigo para você entender o que é e como elaborar um pitch profissional, além de saber como a Estácio contribui na construção da sua carreira. Boa leitura!

O que é um pitch profissional?

Pitch é a palavra utilizada para descrever uma apresentação rápida de um projeto, uma ideia, um serviço ou um produto. No caso profissional, é comum que o alvo dessa exposição seja sua experiência acadêmica e profissional e como suas habilidades podem contribuir para o desenvolvimento da empresa.

A prática é incentivada em muitos eventos que conectam empresas e startups com potenciais candidatos. O pitch pode ser o passo inicial para o recrutador conhecer o perfil do profissional e avaliar se ele vai se encaixar bem na empresa.

Dessa forma, o ideal é que o tempo de duração desse tipo de apresentação seja reduzido, até para uma boa dinâmica entre o recrutador e os candidatos. Um pitch muito longo pode causar a perda de interesse dos envolvidos e acabar com as suas chances de ser contratado ou de passar para as próximas etapas de avaliação.

Embora algumas dessas apresentações durem até 30 minutos, o ideal é que elas sejam finalizadas em um tempo que varia de 3 a 5 minutos. Nesse período, é possível explicar, de forma direta e objetiva, a sua área de atuação, seus objetivos profissionais, suas experiências mais relevantes, suas habilidades de destaque e seus planos em curto e médio prazo.

Como um pitch profissional pode ser feito?

Em se tratando da elaboração do pitch profissional, o candidato deve entender que está sendo avaliado e, por isso, ser verdadeiro nesse momento é a melhor forma de criar a sua identidade. De maneira geral, tenha uma linha de raciocínio concisa para contar a sua história.

Comece com uma breve apresentação. Diga o seu nome, o que você faz (área em que atua ou cargo que ocupa) e termine esse primeiro contato chamando atenção para o motivo de o recrutador querer conversar com você.

Trabalhe o autoconhecimento

O pitch requer certa dose de autoconhecimento — tanto sobre sua personalidade quanto suas ações. Por esse motivo, muitas pessoas têm dificuldade em montar esse tipo de apresentação. Conheça muito bem seus pontos fortes e fracos para poder mostrá-los na exposição. Para isso, foque em entender mais sobre si mesmo.

Tenha conhecimento de mercado

O conhecimento de mercado é fundamental para o sucesso não apenas das empresas, mas também dos profissionais. Por isso, estude a sua área e descubra o que as companhias esperam de seus colaboradores. Busque entender:

  • Quais conhecimentos de informática você precisa ter?
  • Que tipo de habilidade é essencial?
  • Qual é a formação mínima para o cargo que você almeja?
  • Quais experiências profissionais são essenciais?

Depois, deixe claro que você conta com esses atributos. Mencione de que forma você pretende usá-los para se destacar dos concorrentes e para fazer com que a empresa cresça ainda mais.

Busque auxílio profissional

Hoje, existem profissionais altamente capacitados para fazer uma orientação de carreira. Você pode conversar com algum deles ou com alguém que trabalhe com recrutamento e pedir para que ele assista e avalie seu pitch.

Esse profissional vai analisar desde as informações que você está querendo passar até a sua forma de se portar. Aproveite essa oportunidade para ouvir o máximo de feedbacks possíveis e faça as adaptações necessárias. Depois disso, pratique diariamente e esteja sempre comprometido com o aprimoramento constante.

Conte com o apoio da faculdade

O apoio da faculdade é imprescindível no início da sua carreira. Sem isso, pode ser difícil conhecer outros profissionais da sua área e entrar em contato com empresas dispostas a contratá-lo. Por isso, a Estácio organiza frequentemente eventos e feiras com o objetivo de preparar seus alunos para o mercado de trabalho e melhorar o networking deles.

Você pode entrar em contato com a instituição de ensino para conhecer as parcerias que oferecem oportunidades exclusivas. Além disso, ao participar desses eventos, você aprende o que colocar no currículo, o que é um plano de carreira, como se comportar em entrevistas de emprego, de que forma usar as redes sociais e como construir seu networking.

De que forma a Estácio contribui na construção de uma carreira?

A Estácio criou, por meio de seu setor de Carreiras, o evento “Primeiro Pitch Estácio — Um laboratório de Carreira”, que permitirá que seus alunos tenham a oportunidade de criar pitches individuais para seu desenvolvimento. Tudo acontecerá por meio de metodologias de autoconhecimento.

O evento começa no dia 24 de março, e as empresas participam no dia 25 de março. Nesse momento, os pitches serão apresentados e as companhias presentes, junto com outros profissionais, darão feedbacks para que os participantes saibam em que pontos devem melhorar. Além disso, depois das devolutivas, ocorrerá um momento para networking entre jovens e profissionais.

As grandes vantagens dessa ação para as empresas são:

  • contribuir para o desenvolvimento de jovens talentos;
  • atrelar employer branding a um projeto único, inovador e com impacto social;
  • poder atrair talentos;
  • promover a aproximação da marca com os consumidores: jovens, universidades e outras empresas.

Já para a universidade, a ação permitirá: 

  • complementar a formação dos jovens visando inserção no mercado;
  • aproximar o meio acadêmico das demandas do mercado;
  • abrir as portas para empresas e profissionais;
  • associar a instituição com iniciativas inovadoras.

No momento de apresentar o seu pitch profissional, confiança e autenticidade são os principais fatores que você deve demonstrar. Ao ficar diante de um recrutador, acredite que seu currículo tem as características técnicas para a vaga, de forma que seu comportamento e sua personalidade serão a diferenciação necessária para se destacar. Por isso, não deixe de construir e aprimorar seu marketing pessoal!

Gostou de saber mais sobre o assunto e quer ajudar os seus amigos a terem um melhor desenvolvimento profissional? Então, compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais!

Você também pode gostar