O projeto de um novo Solar

2 minutos para ler

Publicação: 26/02/2015

A parceria entre a Estácio e o Solar Meninos de Luz acaba de ganhar mais um desdobramento: a idealização de uma nova sede para a instituição. O Solar oferece educação formal do berçário ao ensino médio em horário integral para 400 crianças e adolescentes, promovendo atendimento às famílias, além de atividades culturais e esportivas, cursos de profissionalização, cuidados básicos com a saúde e assistência social.

“Como as atividades são desenvolvidas em diversas casas na comunidade do Pavão-Pavãozinho, no Rio de Janeiro, a área de Responsabilidade Social da Estácio nos procurou para elaborarmos um projeto arquitetônico que abrangesse todas as atividades da instituição em um prédio inteiramente novo”, explica o Gestor Nacional do curso de Arquitetura e Urbanismo da Estácio, Ivo Giroto.

O desafio foi assumido pelo Escritório Modelo do curso de Arquitetura e Urbanismo da Estácio (Campus Barra II, Parque das Rosas/Rio de Janeiro), com envolvimento dos alunos que ali estagiam sob a coordenação dos professores Helena Karpouzas e Luciano Topin. O projeto levou em conta a relação do edifício com seu entorno, a integração e as conexões com as outras edificações do Solar e a consequente ampliação dos espaços de convívio. “Buscamos a acomodação, de forma flexível e confortável, do programa solicitado. Integramos os espaços do edifício, usando materiais e técnicas construtivas recorrentes e universais através de um desenho e de linguagem contemporâneos”, explica Giroto. “A ideia foi melhorar o atendimento oferecido e criar um novo símbolo para a comunidade do Pavão-Pavãozinho.”

Você também pode gostar