O que é CRM médico e como ele funciona? Confira!

Médico com jaleco mexendo no celular
10 minutos para ler

Você já ouviu falar em CRM médico? Esse é um registro muito importante que todo profissional formado em Medicina precisa ter e é sobre ele que vamos conversar no texto de hoje. Ao longo dos próximos tópicos, explicaremos, em detalhes, o que é CRM médico, além de falar para que ele serve e como adquiri-lo.

Então, se quiser atuar como médico, precisa ler este conteúdo. Porém, caso não tenha intenção de seguir carreira na área, também recomendamos a leitura. Até porque, você se consulta com médicos de diferentes especialidades e precisa saber se esses profissionais são qualificados.

A seguir, confira o que é CRM médico e muito mais!

Afinal, o que é CRM médico?

Para entender o que é CRM médico, é necessário, antes de tudo, compreender o significado dessa sigla. Ela faz referência ao Conselho Regional de Medicina, um órgão estadual vinculado ao Conselho Federal de Medicina (CFM).

Em todos os estados do Brasil, de Manaus até o Rio Grande do Sul, há uma organização do tipo, que fiscaliza e regulamenta a atuação dos médicos.

Todo profissional que deseje atender pacientes no Brasil precisa estar vinculado ao conselho regional do estado onde mora. Ao fazer isso, ele recebe um número de registro, que é exatamente o CRM. Esse código é único para cada pessoa.  

Como funciona o CRM médico?

O CRM só pode ser solicitado por você depois que finalizar o curso de Medicina. Ele funciona como seu “atestado” de liberação para atuar como médico, seja em clínicas, hospitais ou de forma autônoma.

Como mencionamos, o registro CRM é feito em órgãos estaduais. Isso significa que, ao se credenciar, você só poderá exercer a profissão nos limites do estado ao qual está vinculado.

Caso precise se mudar para uma região diferente, deverá solicitar a transferência do CRM médico. Se o profissional trabalhar, simultaneamente, em dois estados, é preciso solicitar um número de inscrição secundária.

O registro também tem a função de garantir que os profissionais sigam as regras de ética estabelecidas pelo Conselho Federal, sendo importante para manter a qualidade dos atendimentos de saúde.

Para que serve o CRM?

Agora você já entende o que é CRM médico e o funcionamento geral deste registro. Porém, para que serve o CRM na prática? Ou seja, por que é necessário se registrar no Conselho Regional de Medicina?

Em primeiro lugar, apenas com um CRM é que o médico pode atuar no Brasil. Sem ele, mesmo tendo terminado a faculdade de Medicina, não é possível exercer a profissão. E, caso você o faça, estará infringindo a lei.

Esse número também é usado quando o profissional precisa:

  • transferir-se para outro estado;
  • cancelar seu vínculo com alguma instituição de saúde;
  • realizar transferências entre hospitais e clínicas.

Porém, além de tudo isso, o CRM, enquanto órgão, tem uma atuação muito importante para sociedade e para os profissionais de Medicina. Afinal de contas, ele atua:

  • na fiscalização das condições do trabalho médico, realizando vistorias em hospitais e clínicas;
  • na fiscalização da atuação dos profissionais, apurando denúncias;
  • no cumprimento das regras estabelecidas no Código de Ética Médica;
  • na divulgação de artigos e pesquisas científicas;
  • em processos de cassação ou suspensão da licença médica.

Como o CRM pode ajudar o paciente?

Médico mexendo no computador
Além de saber o que é CRM médico, o ideal é entender também como ele funciona e como esse registro pode ajudar os pacientes.

Depois de entender o que é CRM médico, fica clara a sua importância para a comunidade da área. Porém, e para a sociedade, qual a relevância de tal registro?

Com o que apresentamos até o momento, você provavelmente já tem uma ideia dessa resposta. Todavia, não custa nada esclarecermos melhor tal questão.

Bem, quando o médico está registrado no Conselho Regional de Medicina, ele fica sujeito às fiscalizações e sanções do órgão. Isso significa que precisará seguir regras que garantem um atendimento de qualidade, centrado no bem-estar do paciente.

Assim, qualquer irregularidade, negligência ou problema que ocorrer durante um atendimento, processo cirúrgico ou tratamento, pode ser denunciada pelo paciente.

A partir daí, o conselho regional irá investigar a situação e, se for o caso, punir o profissional, seja com uma suspensão ou até cassação do registro. Neste caso, ele fica impedido de atuar como médico de forma permanente.

Além do mais, o registro CRM fica disponível para acesso público. Isso significa que qualquer paciente pode verificar se o profissional que vai atendê-lo está vinculado ao órgão e se possui a especialização médica que afirma.

Esse garantia, com certeza, proporciona maior tranquilidade para quem está sendo atendido.

Como consultar o CRM de um médico?

Não basta entender o que é CRM médico, é importante saber como consultá-lo. Até porque explicamos que o paciente pode verificar o registro do profissional que vai atendê-lo quando desejar. Porém, qual o processo para consultar o CRM de um médico?

O primeiro passo é entrar no site do Conselho Federal de Medicina, cujo endereço é portal.cfm.org.br. Em seguida, acesse o menu Serviços > Cidadãos > Busca por Médicos.

Na sequência, é só seguir com a sua busca pelo médico. Ela pode ser feita usando o nome do profissional ou o número do CRM + estado. Também é possível usar filtros para tornar a procura mais rápida. Nesse caso, é possível restringir a busca por:

  • município de atuação;
  • especialidade;
  • situação do registro (ativo ou inativo);
  • tipo de inscrição (principal ou secundária).

Também é possível fazer toda a busca diretamente no site do Conselho Regional de Medicina de cada estado. Para isso, basta procurar no Google o endereço virtual da instituição.

Benefícios do CRM para os profissionais da área

O maior benefício de ter um CRM médico é conseguir atuar na sua área de formação. Afinal, como já explicamos, sem ele, você não pode atender pacientes, mesmo que já esteja com o diploma de Medicina em mãos.

Outra grande vantagem do registro é que ele ajuda os médicos a terem melhores condições de trabalho, pois o conselho realiza fiscalizações regulares nas instituições de saúde nas quais os profissionais trabalham.

Além disso, o CRM funciona como um espaço que ajuda a divulgar conteúdos científicos da área e como portal de comunicação. Isso porque, os sites regionais divulgam cursos de qualificação, vagas de emprego, palestras etc.

Como obter o CRM médico?

Existe um processo burocrático para conseguir registrar-se no Conselho Regional de Medicina e conseguir o seu CRM médico. Porém, não precisa entrar em desespero, pois os passos não são complicados.

Antes de tudo, é preciso terminar a graduação em Medicina em uma instituição de ensino reconhecida pelo MEC. Depois, você deve entrar no site do CRM do estado onde reside ou do estado no qual irá atuar profissionalmente.

Em seguida, será necessário baixar a ficha cadastral e o boleto para o pagamento das taxas de inscrição e anuidade. Esses valores variam dependendo da região, portanto é preciso consultá-los diretamente no site em que estiver fazendo o registro.

O passo seguinte é reunir os documentos, que vamos detalhar mais para frente, e procurar a sede CRM mais próxima para efetivar sua inscrição. Esta última etapa é, obrigatoriamente, presencial.

Graduação em Medicina

Estudante de medicina em um laboratório
Saber o que é CRM médico não é tudo. Se você está cursando medicina, é necessário terminar a graduação antes de solicitar o registro!

Você já aprendeu o que é CRM médico, como ele funciona e sabe que ser graduado em Medicina é essencial para conseguir solicitar um. Dessa maneira, não adianta estar no meio do curso e querer ir atrás do registro profissional porque não vai dar certo. É necessário ter finalizado a graduação por completo para isso.

Em geral, é obrigatório a apresentação do diploma original para a inscrição. Contudo, caso o seu documento ainda não tenha sido liberado pela faculdade, é possível apresentar uma declaração de colação de grau e, em até 120 dias, levar o diploma propriamente dito.

Documentos necessários

Agora que você já sabe o que é CRM médico, a seguir, estão listados todos os documentos que você precisa levar para fazer o seu registro:

  • diploma original mais uma cópia frente e verso;
  • declaração de colação de grau, caso ainda não tenha o diploma;
  • cópia de RG e CPF;
  • cópia do título de eleitor e comprovante de quitação eleitoral;
  • certificado militar com prova de regularidade, no caso dos homens;
  • comprovante de residência em seu nome;
  • certidão de casamento, se for o caso;
  • três fotos 3X4 recentes. As imagens devem ter fundo branco e você pode não estar usando óculos, chapéu/boné, regata ou decotes;
  • ficha cadastral preenchida;
  • comprovantes do pagamento das taxas.

É importante confirmar no site do conselho do seu estado se houve alteração nos documentos para não esquecer nenhum arquivo importante.

Medicina na Estácio: os diferenciais!

Agora você já sabe o que é CRM médico e como esse registro é tão importante para os profissionais e a sociedade. Então, chegou o momento de conhecer melhor o curso que vai levá-lo até o momento do registro no Conselho Regional de Medicina.

O curso de Medicina, aqui da Estácio, tem duração mínima de seis anos, já formou mais de cinco mil profissionais e, claro, é reconhecido pelo MEC.

Em nossa universidade, você tem acesso a incríveis recursos tecnológicos que ajudam no processo de aprendizagem. Além de contar com professores extremamente qualificados.

Durante seus anos de estudo, é possível acessar o laboratório de simulação realística, onde o aluno pode treinar procedimentos recorrentes do cotidiano médico. Isso inclui a realização de curativos e massagem de reanimação cardiorrespiratória, por exemplo.

Também possuímos um laboratório de anatomia 3D. Nele, você consegue verificar todas as estruturas do corpo humano usando óculos de realidade virtual. Além disso, há a mesa digital de dissecação, onde é possível treinar a realização de cirurgias, dissecação e realizar análises de casos clínicos reais.

Os estudantes da Estácio, nos dois últimos anos de curso, ainda realizam estágios em hospitais parceiros. Dessa maneira, podem colocar em prática tudo o que estudaram, contando sempre com a supervisão de profissionais experientes e professores.

Então, não perca tempo e venha estudar Medicina conosco. Confira aqui todas as informações sobre a graduação, incluindo valores, formas de ingresso e bolsas disponíveis.

Depois de se formar, basta solicitar o seu CRM e seguir carreira na área.

Gostou de aprender o que é CRM médico? Confira também como funciona a faculdade de medicina no dia a dia!

CARREIRAS DA SAÚDE
Você também pode gostar

Deixe um comentário