Como entrar na faculdade de Medicina: entenda as principais formas de ingresso?

Como entrar na faculdade de medicina
7 minutos para ler

A carreira em Medicina é o sonho de muita gente! Afinal, trata-se de uma das profissões mais importantes e reconhecidas da sociedade, sem contar nos altos salários e na excelente empregabilidade. Para buscar esse objetivo, o primeiro passo é saber como entrar na faculdade de Medicina.

Nós já adiantamos: existem várias formas de ingresso no curso! E o melhor é que as universidades privadas contam com programas de financiamento estudantil, bolsas e descontos para Medicina, o que ajuda nos custos e amplia as possibilidades do estudante. Assim, você não precisa considerar apenas as universidades públicas.

Quer entender melhor sobre o assunto? Então, continue a leitura!

Como entrar na faculdade de Medicina?

Se você quer fazer faculdade de Medicina, saiba que existem basicamente dois caminhos para isso: o vestibular e o Enem. Abaixo, explicamos sobre cada um deles!

Vestibular

A opção mais conhecida para o ingresso no curso é o vestibular de Medicina. Trata-se de uma avaliação dos conhecimentos da matriz curricular do Ensino Médio. Cada instituição de ensino costuma elaborar sua própria prova de vestibular, de modo que ela seja bastante direcionada aos objetivos da universidade na seleção dos alunos.

No vestibular tradicional, o estudante precisa se inscrever em um período específico e as provas são aplicadas em um dia fixo, conforme o edital em questão. Já no vestibular agendado, você pode marcar a data que for melhor para você, de acordo com o calendário de dias disponíveis para a realização do vestibular.

Aqui na Estácio, temos também o MedVest, o vestibular unificado que permite a concorrência por vagas em várias instituições parceiras ao mesmo tempo. Assim, suas chances de entrar no tão sonhado curso de Medicina aumentam! O MedVest é constituído de:

  • uma prova de Redação;
  • uma prova objetiva com 30 questões de múltipla escolha, sendo 12 de Ciências da Natureza, 10 de Linguagens, 4 de Matemática e 4 de Ciências Humanas.

Enem

Se você já pesquisou sobre como entrar na faculdade de Medicina, sabe que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) abre muitas portas de entrada. O Sistema de Seleção Unificada (SiSU) é uma delas: com a nota do Enem, o estudante pode concorrer a até duas universidades públicas de uma vez.

Porém, as notas de corte do SiSU para Medicina são conhecidas por serem bastante altas. A boa notícia é que é possível utilizar o Enem também para entrar em universidades privadas. Aqui na Estácio, você pode usar o seu boletim de qualquer ano para entrar no curso desejado. As notas mínimas exigidas são:

  • 300 pontos na prova de Redação do Enem;
  • 100 pontos nas provas de conhecimentos gerais.

Basta apresentar suas notas para que a instituição de ensino avalie a possibilidade de ingresso, de acordo com o seu desempenho no Exame. O ingresso com a média do Enem pode até dispensar o aluno da realização do vestibular.

Transferência

Por fim, há também a possibilidade de entrar no curso de Medicina por transferência externa. Funciona assim: se você já se matriculou em alguma faculdade, mas está em busca de uma universidade de excelência e com diversas facilidades para o pagamento das mensalidades, pode escolher a Estácio e solicitar sua transferência.

Basta se inscrever em nosso curso, pagar a taxa de matrícula por boleto ou cartão de crédito e enviar os documentos solicitados, incluindo o histórico acadêmico da instituição de origem. Assim, sua matrícula na Estácio será efetivada e você poderá aproveitar as disciplinas já cursadas em outra faculdade, desde que haja equivalência das ementas.

O que fazer para ir bem na prova?

Agora que você sabe como entrar na faculdade de Medicina, é hora de transformar esse sonho em realidade! Para isso, você já sabe: precisa estudar bastante. Afinal, quanto melhor for seu resultado na prova de vestibular ou no Enem, maiores são as chances de conquistar sua vaga. Então, anote aí algumas dicas:

  • conte com um bom cursinho preparatório para Medicina ou providencie materiais de qualidade para estudar de forma autodidata;
  • defina uma rotina, separando seus horários disponíveis para os estudos;
  • organize um local de estudos, de preferência em um ambiente silencioso e sem movimentação;
  • exercite sua motivação para estudar, colocando no papel os motivos pelos quais você quer entrar em Medicina;
  • conheça o vestibular da instituição de ensino desejada e a prova do Enem para se familiarizar com o estilo das questões;
  • não negligencie seu sono, nem sua saúde;
  • adote hábitos alimentares saudáveis e pratique exercícios regularmente;
  • tenha disciplina para seguir o seu plano de estudos — lembre-se de que a sua conquista só depende de você!

Quais são as bolsas e ajudas de custo disponíveis?

Atualmente, as universidades privadas têm inúmeras facilidades para garantir a redução de custos em Medicina. Veja algumas disponíveis aqui na Estácio!

Medicina Santander

O banco Santander oferece condições de financiamento especiais para estudantes da área da Saúde. Com ele, você pode ter até o dobro de tempo para pagar o curso, de forma que as mensalidades ficam diluídas e cabem melhor no bolso. Tudo isso com uma taxa de juros abaixo do mercado.

Para tanto, basta entrar em contato com a instituição financeira e solicitar o Financiamento Graduação Saúde. São elegíveis alunos correntistas do Santander e que tenham pelo menos um avalista, que pode ser o pai, a mãe ou o responsável financeiro. O financiamento está sujeito à análise de crédito e é válido a partir da 4ª mensalidade do curso.

Novo FIES

Para estudantes com baixas condições socioeconômicas, o Fundo de Financiamento Estudantil (Novo FIES) é uma excelente opção! Trata-se de uma linha de crédito criada pelo Ministério da Educação (MEC) sem taxa de juros. Para conseguir uma vaga no Novo FIES, o estudante precisa:

  • ter participado do Enem a partir de 2010;
  • atingir média de pelo menos 450 pontos no Exame e não ter zerado a Redação;
  • ter renda familiar per capita de até 3 salários mínimos vigentes.

E o melhor é que as áreas de Saúde são consideradas prioritárias pelo Governo Federal. Assim, estudantes do curso de Medicina têm chances maiores de conseguir uma vaga no Novo FIES.

Prouni

Também dá para concorrer a bolsas de estudo pelo Programa Universidade para Todos (Prouni). Com ele, o estudante pode conquistar bolsas integrais (100%) ou parciais (50%), desde que atenda aos seguintes critérios de escolaridade e de renda:

  • ter cursado o Ensino Médio na rede pública, ou como bolsista integral na rede privada;
  • ter participado do Enem mais recente, isto é, imediatamente anterior à edição do Prouni;
  • ter atingido a nota mínima de 450 pontos e não ter zerado a redação.

Assim como o FIES, o Prouni classifica os candidatos por desempenho no Enem, em ordem decrescente. Vale ressaltar que Pessoas com Deficiência (PcD) podem concorrer as bolsas do Prouni mesmo que não atendam ao pré-requisito de escolaridade em rede pública.

Descontos institucionais

Por fim, aqui na Estácio você também conta com descontos institucionais. Existem diversas formas de garantir abatimentos na mensalidade do curso. Basta entrar em contato com a sua unidade, conferir os regulamentos vigentes e os pré-requisitos das campanhas aplicáveis ao curso de Medicina.

Conseguiu tirar suas dúvidas sobre como passar na faculdade de Medicina? Como você viu, o vestibular e o Enem são os dois principais meios para ingresso no curso. Além disso, há vários programas de financiamentos, descontos e bolsas que ajudam nos custos e trazem mais possibilidades ao estudante nas universidades privadas. 

Então, entre em contato conosco pelo WhatsApp e tire suas dúvidas para começar o curso de Medicina o quanto antes!

CARREIRAS DA SAÚDE
Você também pode gostar

Deixe um comentário