Prepare-se para ser dentista! 7 materiais de Odontologia usados no curso

materiais de odontologia
6 minutos para ler

Quem está se preparando para ser dentista, com certeza, já se perguntou quais são os principais materiais de Odontologia usados no curso. Até porque, quando vamos a um consultório como pacientes, tamanha é a quantidade de itens que é normal a gente se questionar se aquilo tudo é mesmo necessário.

Pois saiba que é sim! Os instrumentos da Odontologia atendem a diversas especialidades, como cirurgia, periodontia e ortodontia, por isso são tão numerosos. Durante a faculdade, você provavelmente lidará bastante com eles nos laboratórios do curso e nos estágios profissionais

Para ajudar você a entender mais sobre alguns deles, neste post reunimos 7 materiais que são obrigatórios em qualquer consultório. Acompanhe a leitura e comece a se preparar desde agora!

A importância dos materiais no curso de Odontologia

Antes de tudo, vamos entender porque alguns equipamentos são obrigatórios no ofício do dentista. Mesmo depois de ter decidido qual faculdade fazer, o estudante da área odontológica tem uma gama de especialidades para escolher, como periodontia, ortodontia, estética, entre outras.

Cada uma dessas subáreas demanda instrumentação específica para que as atividades sejam realizadas com a maior segurança e eficiência possíveis. Por isso, contar com os equipamentos certos é imprescindível para oferecer o atendimento adequado aos pacientes.

Cada instrumento tem sua função, visando a aplicação e aperfeiçoamento das técnicas realizadas pelos dentistas. Vale lembrar ainda que o funcionário auxiliar do consultório dentário também precisa conhecer a fundo os instrumentos utilizados.

Entre os principais materiais de Odontologia, destacam-se aqueles de uso mais frequente, como o instrumental para exames clínicos e procedimentos gerais. A seguir, listamos as características de cada um deles.

7 materiais de Odontologia que você vai precisar no seu curso

1. Conjunto odontológico

Vamos começar do básico: o aparato utilizado no curso de Odontologia para o futuro dentista realizar sua função e acomodar confortavelmente os pacientes. Fazem parte desse conjunto:

Cadeira odontológica

Elas devem ser modernas, funcionais e muito ergonômicas. Os modelos contam com sistema antiesmagamento, braços anatômicos e rebatíveis, e estofamento sem costura, o que facilita a limpeza.

Pedal de comando

O pedal serve para acionar as funções da cadeira e do refletor, além de controlar a rotação dos instrumentos de trabalho.

Mesa do equipo

A mesa do equipo é um suporte integrado a todo esse aparato. Ela serve para abrigar os instrumentos que serão utilizados pelo dentista durante a consulta, deixando-os sempre à mão.

Suctora

A suctora é composta pela cuba acoplada e sugador de alta potência. Dependendo do modelo, as cubas podem permitir um giro de 180° e conter garrafas embutidas.

Refletor

Os refletores facilitam a visibilidade do dentista em seu ofício diário. Os mais modernos vêm com lâmpadas de LED econômicas e que não aquecem o campo de trabalho.

2. Autoclave odontológica

A autoclave é um equipamento indispensável nos consultórios, pois esteriliza todos os instrumentos e materiais utilizados, como ferramentas metálicas, vidro, papel, plástico e algodão. Antigamente, esse processo também era feito em estufa. No entanto, a própria Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomenda o uso da autoclave porque a desinfecção é mais rápida e segura.

A autoclave odontológica funciona com vapor sob pressão, tendo controle automático que só libera a porta do equipamento após o final do ciclo de esterilização. A estufa, por sua vez, só consegue esterilizar materiais metálicos em caixas metálicas lacradas ou em plásticos específicos.

3. Aparelho de raio X

O raio X é um dos aparelhos mais utilizados na Odontologia, pois, muitas vezes, a radiografia é essencial para entender o quadro clínico do paciente e propor o tratamento correto. O exame é de baixo custo e proporciona diagnósticos precisos e detalhados, que não seriam possíveis somente com a verificação visual.

Os melhores aparelhos de raios X são aqueles com braço articulável de movimentos suaves. Eles devem ter fácil posicionamento, boa estabilidade e isolamento radioativo, além do controle do tempo de exposição. O equipamento faz dois tipos de radiografia odontológica: a periapical e a interproximal.

As radiografias periapicais permitem a visualização completa de um dente ou de um pequeno grupo de dentes, da coroa até a raiz. Já as interproximais possibilitam ver as arcadas dentárias inferior e superior, sendo extremamente úteis para o diagnóstico de cáries difíceis de identificar.

4. Jato de bicarbonato

O jato de bicarbonato é um dos itens mais conhecidos entre os materiais de Odontologia. Ele é bastante utilizado nas limpezas dentárias e atende a pelo menos três especificidades: periodontia, endodontia e estética. Abaixo, listamos as principais funções desse equipamento:

  • remove placa bacteriana, tártaro e manchas de resíduos;
  • prepara cavitários para restaurações por pontas ativas diamantadas;
  • auxilia na condensação de amálgama;
  • auxilia na remoção de pinos e coroas.

5. Cuba e bandejas metálicas

As cubas metálicas são fabricadas em aço inox e abrigam os materiais de trabalho, como álcool iodado e soro fisiológico. As bandejas têm tamanhos variados e servem de apoio para os instrumentos que serão utilizados durante a consulta. Geralmente, apresentam divisórias para facilitar a organização dos itens.

6. Espelho clínico

O espelho é um objeto indispensável nos exames clínicos, auxiliando na precisão do diagnóstico. Eles podem ser planos ou côncavos, que aumentam a imagem refletida para que o dentista consiga ver em detalhes as condições dentárias do paciente.

7. Instrumentos específicos

Existe ainda uma série de instrumentos específicos que são de uso obrigatório ou que poderão ser utilizados conforme as demandas do atendimento. São eles:

  • touca, avental e luva — itens obrigatórios para a proteção do dentista;
  • pinça clínica — utilizada para pinçar pequenos materiais, como rolinhos de algodão;
  • sonda exploradora — detecta cáries e outras alterações dentárias;
  • escavador — escava material cariado para avaliar a profundidade da lesão;
  • hollemback — utilizado para inserir material pastoso na cavidade dos dentes;
  • carpule — seringa própria para administrar anestésicos;
  • conjunto de fórceps — utilizado para extração de dentes.

A lista é grande, não é mesmo? Claro que existem outros materiais de Odontologia que não foram listados aqui. Até porque, como vimos, cada especialidade poderá demandar instrumentos específicos. Mas não precisa se preocupar, pois, durante a faculdade, você terá contato com todos eles para ir se familiarizando aos poucos e ter uma carreira bem-sucedida.

Quer acompanhar mais conteúdos sobre cursos e carreiras? É só assinar a newsletter do blog para receber nossas novidades diretamente em seu e-mail!

Você também pode gostar