Conheça a grade curricular de Gastronomia e se encante pelo curso

grade curricular de Gastronomia
6 minutos para ler

Apenas gostar de cozinhar não é o suficiente para atuar no mercado gastronômico — é importante fazer um curso. Pensando nisso, a grade curricular de Gastronomia apresenta disciplinas teóricas e práticas, as quais são realizadas em cozinhas montadas pela faculdade e que oferecem aprimoramento profissional.

O curso de Gastronomia tem duração de três anos e meio, e o futuro profissional aprende técnicas para o preparo de bebidas e desenvolve habilidades em confeitaria, panificação, cozinha brasileira e internacional e sobremesas.

Na graduação, o aluno também aprende em sala de aula a tratar da gestão de empreendimentos no ramo de alimentação e bebidas. Além disso, os estudantes têm à disposição um espaço de recepção, no qual aprendem a receber convidados, montar mesas, servir refeições etc. As disciplinas na área de Administração permitem ao profissional ter o próprio negócio e gerir restaurantes.

Quer saber se o curso combina com você? Continue a leitura e saiba mais sobre a carreira e a grade curricular de Gastronomia!

Qual carreira seguir em Gastronomia?

O profissional de Gastronomia tem conhecimentos que vão muito além das habilidades técnicas para preparar e manusear alimentos e bebidas. Por ser uma formação completa, é possível atuar em diferentes áreas. Confira algumas opções a seguir.

Chef de cozinha

Certamente, essa é a profissão mais conhecida dentro da área da Gastronomia. Os chefs de cozinha são responsáveis pela cozinha dos restaurantes e outros estabelecimentos e gerenciam todo o processo de preparação dos pratos.

Além disso, eles conduzem a equipes de cozinheiros para juntos criarem os melhores pratos, com ingredientes e técnicas diferenciadas. O profissional pode se especializar em diferentes tipos de cozinhas, como confeitaria e panificação.

Consultoria

O gastrólogo — como é conhecido o profissional especialista em Gastronomia — tem bons conhecimentos para fazer consultoria em gestão. Na faculdade, os professores ensinam como montar um plano de mercado estruturado, confeccionar fichas técnicas, elaborar cardápios, além de normas e boas práticas de higiene na cozinha.

Assim, o profissional pode prestar consultoria na elaboração e definição do melhor cardápio para estabelecimentos ou ocasiões especiais, dando suporte na realização das tarefas na cozinha. Também é possível contratar e treinar colaboradores na abertura de restaurantes e acompanhar tendências e concorrências, a fim de implementar mudanças e identificar oportunidades de negócios.

Indústria de alimentos

Na indústria alimentícia, é possível atuar como consultor de vendas, por exemplo. Essa carreira exige do gastrólogo boa capacidade de se comunicar e de expandir o número de vendas. O trabalho consiste em apresentar produtos a possíveis clientes e demonstrar a necessidade de seu uso.

É importante que o profissional tenha bons conhecimentos de Gastronomia para apresentar soluções práticas, mas não é necessário conhecer a rotina da cozinha industrial. Por outro lado, isso pode ser um diferencial, pois ajuda a identificar os problemas e a proporcionar melhores soluções.

Professor

Dar aulas em cursos técnicos e workshops também é uma opção. Nesses casos, não é necessário ter uma pós-graduação — basta apenas ter bons conhecimentos e boa capacidade de transmiti-los aos alunos. No entanto, para atuar em faculdades, é importante ter pelo menos o mestrado na área da educação.

Quais são as matérias da grade curricular de Gastronomia?

Ao finalizar o curso de Gastronomia, você deve estar preparado para planejar, gerenciar e preparar pratos da culinária nacional e internacional. Também é necessário ser capaz de atuar nos diferentes setores e serviços de alimentação, de acordo com os aspectos culturais, sociais e econômicos da região.

Nas aulas práticas de cozinha, os alunos aprendem desde técnicas de preparo mais simples, como escolha dos ingredientes e cortes de aves, peixes e carnes, até os pratos mais elaborados das cozinhas clássicas e contemporâneas.

Vestibular-onlinePowered by Rock Convert

Durante a graduação, são ensinados os principais cuidados para evitar a contaminação de alimentos. Os estudantes também recebem noções de como funcionam grandes cozinhas industriais e hospitalares.

Conheça as disciplinas estudadas na grade curricular do curso de Gastronomia.

Primeiro período:

  • Preparo Prévio de Alimentos;
  • Antropologia da Alimentação;
  • Planejamento de Carreira e Sucesso Profissional;
  • Higiene e Segurança de Alimentos;
  • Nutrição Básica e Cozinha Profissional.

Segundo período:

  • Gastronomia Saudável e Sustentável;
  • Culinária Brasileira Regional;
  • Técnicas de Cozinha;
  • Marketing e Rotas Gastronômicas;
  • Mercado Cultural, Formatos de Captação e Parcerias.

Terceiro período:

  • Fundamentos de Panificação e Confeitaria;
  • Cozinha Asiática;
  • Cozinhas Típicas;
  • Panificação e Confeitaria;
  • Francês Técnico para Gastronomia.

Quarto período:

  • Café da Manhã e Lanches;
  • Cozinha Mediterrânea;
  • Cozinha Contemporânea e Tendências;
  • Cultura Gastronômica Mediterrânea;
  • Ervas, Especiarias e Molhos;
  • Elaboração de Receitas — Cerveja Caseira;
  • Gerência de Cozinhas.

Quinto período:

  • Cozinha na Hotelaria;
  • Cozinha Regional Francesa;
  • Cultura Gastronômica Francesa;
  • Enologia, Aperitivos e Drinks;
  • Experiências Gastronômicas e de Hospedagem.

Sexto período:

  • Almoxarifado, Estoque e Custos;
  • Competências em Tecnologia da Informação e Comunicação;
  • Confeitaria Avançada;
  • Cozinha das Américas;
  • Estudo de Bebidas;
  • Matrizes Culturais e Culinárias Brasileiras;
  • Plano de Negócios: Empresa de Alimentos.

Sétimo período:

  • Estágio Obrigatório em Gastronomia;
  • Eventos e Negócios em Serviços de Alimentação;
  • Produtos Gastronômicos.

Como escolher um curso de Gastronomia?

Como você deve ter percebido pela grade curricular de Gastronomia, o curso exige que a faculdade tenha boas instalações. Equipamentos adequados, cozinhas-laboratórios, espaço e segurança para aprender são pontos fundamentais, que devem ser cuidadosamente analisados.

Além disso, a faculdade deve ter bons professores, uma grade curricular variada e que prepare o aluno para entrar no mercado de trabalho. O valor da mensalidade deve ser justo e é interessante que a instituição ofereça bolsas de estudo, descontos e financiamento para que seja possível estudar sem estourar o orçamento.

Outro ponto importante, além da qualidade da instituição de ensino e do curso, é a possibilidade de fazer estágios. A experiência prática conta muitos pontos no currículo, por isso, contar com o apoio da faculdade para conseguir uma oportunidade é fundamental para o início e desenvolvimento da sua carreira.

Agora que você conhece a grade curricular de Gastronomia e sabe que a área está em pleno crescimento no Brasil, chegou a hora de investir em um curso que se destaque pelos métodos inovadores e equipamentos tecnológicos. Seja para se tornar um chef renomado ou um empreendedor de destaque, vale a pena cursar Gastronomia!

Gostou de saber mais sobre a área? Então, complemente a leitura e entenda por que fazer faculdade de Gastronomia na Estácio!

Você também pode gostar