Qual faculdade fazer? Defina seu perfil e confira o curso ideal!

Homem mexendo no computador
9 minutos para ler

Quando chega a hora de decidir qual faculdade fazer, é natural ter muitas dúvidas e até mesmo nem saber por onde começar. Afinal, essa é uma escolha com consequências significativas, ainda mais para quem é jovem e está só começando a vida.

Assim, para chegar a uma opção certeira, é necessário considerar certos aspectos, refletindo bastante sobre cada um deles. Desse jeito, é possível minimizar os riscos de ingressar em um curso com o qual você não se identifica.

Pensando nisso, este post traz algumas dicas importantes para você escolher qual faculdade fazer e não se arrepender no futuro. Confira!

Conheça as grandes áreas do conhecimento

Uma boa maneira de começar esse processo de escolha é delimitar as alternativas. Isso quer dizer que, antes de optar por um curso de graduação, você tem que descobrir com qual das grandes áreas do conhecimento mais se identifica. Veja quais são os principais:

Ciências Exatas

Nas Ciências Exatas, os cálculos são usados para chegar a resultados precisos. Por isso, essa é a área para quem tem grande afinidade com os números e raciocínio lógico, isto é, a habilidade de traçar caminhos para solucionar problemas, chegando ao resultado mais exato possível.

Ciências Humanas

Nessa área do conhecimento, o foco é o estudo do homem e de toda a sua produção criativa. É uma área que envolve muita leitura e reflexão, além de senso crítico.

Ciências da Saúde

Médica estudando no computador
Para escolher qual faculdade fazer é fundamental conhecer as principais áreas do conhecimento.

Como o próprio nome indica, essa área é voltada para os cuidados com a saúde. Desse modo, pode ser o caminho para quem tem interesse em cuidar do outro, promovendo a saúde e o bem-estar. 

No entanto, é conveniente notar que esse também é um campo que envolve cálculos, de forma que é recomendado para quem também apresenta habilidade com números.

Dica: conhecer as principais áreas do conhecimento é ideal para decidir qual faculdade fazer. Então, agora faça uma análise e veja em qual delas você acha que seu perfil mais se encaixa.

Qual faculdade fazer: passo a passo!

Agora que você já conhece as grandes áreas do conhecimento, que tal conferir um passo a passo para escolher qual faculdade fazer? Acompanhe, a seguir!

1. Defina o seu perfil

A partir do momento em que você conhece os campos do conhecimento, já fica mais fácil delimitar as suas opções de curso superior. Basta decidir qual desses grandes campos mais combina com o seu perfil.

Para isso, você precisa refletir um pouco sobre si mesmo. Conhecer os seus gostos e as suas habilidades é o que vai dizer se o ideal é procurar um curso nas Ciências Exatas, Humanas ou da Saúde.

Nesse sentido, pergunte a si mesmo se você leva jeito com os números, por exemplo, ou o quanto realmente gosta de ler. Uma indicação disso é o seu desempenho no Ensino Médio. Pense nas disciplinas com que tinha mais facilidade e se imagine estudando conteúdos relacionados a elas mais a fundo.

Desse jeito, você logo vai perceber qual das áreas do conhecimento mais o atrai, isto é, se o seu perfil é mais de Exatas, Humanas ou da Saúde. Com essa informação, faça uma lista dos cursos dessa área e comece a pesquisar sobre eles.

Dica: também é possível realizar um teste vocacional e, assim, ter uma boa noção de quais são os seus valores fundamentais, traços de personalidade mais marcantes e o estilo de trabalho que tem tudo a ver com você. Clique aqui e realize já o seu teste!

2. Visualize o seu futuro

Nessa fase do passo a passo de qual faculdade fazer, é a hora de conhecer melhor os cursos. É importante não apenas analisar as informações sobre cada um, mas também se imaginar vivenciando aquela profissão. Principalmente para quem não tem muita ou nenhuma vivência no mercado de trabalho, há opções que podem passar uma impressão distante de como são na realidade.

Não que haja algo de errado com certas profissões. A questão é que cada uma pede um determinado perfil, que pode ou não ser o seu, mesmo que você até goste dos conteúdos do curso.

Por exemplo, uma pessoa que gosta muito de Matemática e pensa em escolher a Licenciatura nessa área deve notar que esse é um curso voltado para a formação de professores. Nesse caso, se não quiser trabalhar dando aulas, é melhor escolher outra graduação na área de Exatas, como Ciências Contábeis ou até alguma Engenharia.

quiz-descobrir-o-seu-perfil-empreendedor

Assim, imaginar que tipo de trabalho vai executar é uma etapa determinante quando você estiver decidindo qual faculdade fazer. Lembre-se de que o curso superior dura alguns anos, mas uma carreira é para a vida toda — pelo menos quando é bem escolhida!

3. Converse com profissionais

Algo que também consegue ser de grande ajuda é procurar profissionais da sua área de interesse para conversar. As experiências que eles compartilharem vão garantir um senso de realidade à sua pesquisa. Então, pergunte sobre a formação deles, a situação do mercado de trabalho e como é a profissão na prática.

Nesse sentido, também vale a pena questionar amigos e conhecidos que ainda estão na faculdade. Eles passaram pelo mesmo dilema que você está passando e já têm uma nova perspectiva do curso que escolheram. Por isso, procure saber como está sendo a experiência universitária deles, e se ela corresponde às expectativas que tinham em relação ao curso.

4. Decida qual faculdade fazer

Depois de se identificar com uma das grandes áreas do conhecimento, analisar as opções e fazer uma pesquisa aprofundada sobre cada uma, você provavelmente já terá uma boa noção de qual faculdade fazer. Contudo, alguns detalhes ainda precisam ser definidos.

Um deles é a modalidade da graduação. Enquanto certos cursos são ofertados somente como bacharelado — como é o caso do Direito —, outros permitem que o estudante escolha entre duas modalidades. A graduação em Educação Física, por exemplo, está disponível tanto como bacharelado, quanto como licenciatura.

Outro aspecto a ser definido é a escolha entre o ensino presencial e a educação a distância (EAD). A decisão depende de uma série de fatores, como disponibilidade de tempo e autonomia de aprendizagem do aluno. Ambas as opções têm o mesmo diploma no mercado, de modo que você deve escolher a que melhor atende às suas necessidades.

Afinal, qual é a diferença entre Bacharelado e Licenciatura?

Abordarmos as modalidades de graduação no tópico acima. Não sabe qual é a diferença entre bacharelado e licenciatura? Confira abaixo!

Os cursos de bacharelado preparam o estudante para atuar diretamente com as atividades da profissão escolhida por ele. Nessa modalidade, encontramos algumas opções mais “clássicas” de cursos, como as Engenharias, Administração e Direito.

Como bacharel, o profissional pode trabalhar em diferentes vertentes da área. Por exemplo, uma pessoa graduada em administração pode encontrar oportunidades nos setores industrial e comercial. Além da variedade de cargos em diversos departamentos, sendo alguns: setor financeiro, recursos humanos, marketing, compra e venda, etc.

Porém, o indivíduo com bacharelado, não pode lecionar. A menos que ele faça uma pós-graduação stricto sensu (mestrado ou doutorado) e escolha pela carreira acadêmica.

Já os cursos de licenciatura, possuem, como principal objetivo, formar profissionais aptos para dar aulas. A pedagogia, por exemplo, prepara o aluno para lecionar na educação infantil e nas séries iniciais do Ensino Fundamental (1° ao 5° ano).

Pessoas com licenciatura podem dar aulas tanto no ensino público, quanto na rede privada, bem como em cursinhos preparatórios para o vestibular. Além disso, ainda existe a possibilidade dos professores trabalharem com aulas particulares para reforço acadêmico.

Professora dando aula
Conhecer as modalidades de graduação também é essencial na hora de escolher qual faculdade fazer.

Algumas opções de faculdade oferecem a possibilidade de obter as duas formações: bacharelado e licenciatura. É o caso de cursos como ciências biológicas, história, educação física, etc. Isso quer dizer que esse profissional poderá escolher entre lecionar ou atuar no mercado de trabalho.

Quer entender mais sobre as semelhanças e diferenças entre licenciatura e bacharelado? Clique aqui!

5. Selecione uma instituição de ensino

Uma vez que você tenha decidido qual faculdade fazer, ainda é necessário encontrar uma boa instituição de ensino para concretizar os seus planos. Para fazer sua escolha, comece observando a infraestrutura da instituição, pois é nesse lugar que você vai passar os próximos anos estudando.

Analise, ainda, a grade curricular do curso e o corpo docente, fazendo comparações para identificar a melhor opção. Também é preciso conferir a reputação da instituição, para não se associar a alguma que não vai valorizar o seu diploma no mercado.

Finalmente, vale ressaltar que, por mais que mudar de carreira seja sempre uma possibilidade, a importância desse planejamento na hora de decidir qual faculdade fazer não deve ser ignorada. Desse jeito, você vai fazer a escolha certa e começar uma carreira de sucesso o mais rápido possível.

Quer mais uma dica para acertar na escolha de qual faculdade fazer? Leia o nosso post sobre a avaliação do MEC e entenda como ela pode ajudar você a selecionar a melhor instituição de ensino para fazer a sua graduação!

Você também pode gostar

Deixe um comentário