Como montar um currículo completo e atual? Aprenda!

Pessoa mexendo no computador
11 minutos para ler

Quem está em busca do primeiro emprego ou apenas procurando uma nova oportunidade de trabalho, precisa saber como montar um currículo bom (CV). Afinal, ele é a chave para conseguir entrevistas com recrutadores.

Pensando nisso, criamos um texto bem informativo e com várias dicas para elaborar um currículo moderno. Também vamos explicar o que é carta de apresentação e de recomendação, dois importantes documentos ajudam a tornar o CV mais atrativo para as empresas. Então, siga com a leitura!

A importância de um currículo bem feito

O currículo é o primeiro contato do recrutador com quem está se candidatando para uma vaga de trabalho. 

Sendo assim, o documento precisa ter um conteúdo que apresente o melhor perfil profissional do candidato, de modo a chamar atenção. Do contrário, você vai acabar perdido em meio a centenas, ou até milhares, de currículos que chegam ao setor de Recursos Humanos das empresas.

Na verdade, em geral, os recrutadores dedicam no máximo 10 segundos à leitura de um CV. Então, qualquer erro no documento ou a presença de informações confusas fará você perder pontos e até ser descartado do processo seletivo.

O que precisa ter em um currículo?

Mulher entrevistando uma pessoa
Aprender como montar um currículo é fundamental para quem vai entrar no mercado de trabalho.

Antes de saber como montar um currículo incrível, é preciso entender o que é necessário colocar nesse documento, vamos lá?

Apesar de ser algo relativamente simples de se elaborar, muita gente fica perdida na hora de desenvolver um currículo: quais as informações obrigatórias? Como resumir as qualificações? É preciso colocar foto? Qual a ordem de cada tópico?

Todas essas dúvidas aparecem para quase 30% dos jovens, de acordo com uma pesquisa feita pelo Núcleo Brasileiro de Estágios, em 2017.

Tendo isso em mente, criamos sete tópicos detalhados com tudo o que precisa ter em um currículo. A ordem abaixo é a mesma que você deve seguir no momento de montar o documento.

Quer conhecer os 6 principais erros ao criar um currículo e aprender como evitá-los? Clique aqui!

1. Dados pessoais

Os dados pessoais, em um currículo moderno, devem ser concisos e listar apenas informações fundamentais. Isso inclui nome completo, idade, número de telefone e e-mail. Lembre-se que o e-mail deve conter, preferencialmente, apenas nome e sobrenome. Nada de apelidos ou diminutivos.

No caso dos telefones, você também pode incluir números para recado. É só colocar a indicação “recados com” e o nome da pessoa. Se desejar, pode incluir, ainda, o endereço. Porém, não precisa colocar os dados completos, apenas bairro, cidade e estado.

É importante ressaltar que você não deve colocar no currículo seus números de RG e CPF. Já as fotos, só são necessárias para empregos específicos, como de modelo ou atriz/ator.

2. Objetivo

O objetivo também precisa ser algo direto, tendo não mais que duas linhas. É nele que você vai indicar a oportunidade de trabalho para a qual deseja se candidatar. Por exemplo: busco vaga de assistente editorial.

Este tópico não é algo fixo, ou seja, ajuste o conteúdo dependendo da empresa para onde for enviar o currículo

Caso a companhia não esteja com uma vaga específica em aberto, você deve indicar em qual setor deseja trabalhar. Por exemplo: busco oportunidade no setor de fotografia.

3. Habilidades e Competências

Duas mulheres olhando currículos
Além de saber como montar um currículo moderno, é essencial pensar em formas de destacar suas habilidades conquistadas até o momento.

Seguindo com a elaboração do currículo, chegamos na área destinada às suas competências e habilidades. Esse é o momento de apresentar os seus diferenciais para a vaga que deseja.

Aqui você pode listar as habilidade técnicas que possui, incluindo:

  • domínio de programas, como Photoshop e AutoCad;
  • conhecimentos específicos, por exemplo de copywriter, Ux Design, Direito Ambiental, Nutrição esportiva, etc.

Também é importante apresentar suas competências de forma geral. Assim, você pode dizer que tem facilidade com liderança, trabalho sob pressão, oratória, inteligência emocional, entre outros temas adequados ao seu perfil.

4. Formação Acadêmica

A formação acadêmica serve para mostrar como você adquiriu todas as habilidades que citou. Aqui entram cursos técnicos, graduações, especializações, mestrados, doutorados e cursos de extensão, basicamente.

Na hora de listá-los, comece sempre pela formação mais recente até chegar até a mais antiga. Quem está na faculdade ou já se formou não precisa colocar informações sobre o ensino médio.

Lembre-se que, se tiver feito muitos cursos livres ou de extensão, selecione apenas aqueles que têm relação direta com a vaga para a qual está se candidatando.

Saiba como melhorar ainda mais o seu currículo clicando aqui!

5. Experiência Profissional

Para você que está aprendendo como montar um currículo, é importante ter em mente que a experiência profissional é uma das seções que merece maior atenção. É aqui que os recrutadores vão analisar toda a sua vivência no mercado de trabalho, verificando se o seu perfil combina com o da vaga em aberto.

A formatação dessa etapa não é muito diferente daquela usada na formação acadêmica. Ou seja, você precisa listar os locais em que trabalhou em ordem inversa: do mais recente ao mais antigo.

Caso tenha muitas experiências, coloque apenas as que são mais relevantes para o cargo desejado. Em contrapartida, se estiver em busca do primeiro emprego, dê ênfase nas atividades de estágio, monitoria e de trabalho voluntário que já tenha feito.

Apresente também as conquistas alcançadas em cada emprego. Isso agrega muito mais valor do que apenas listar suas responsabilidades.

quiz-descobrir-o-seu-perfil-empreendedor

Então, foque nas ações que realmente fizeram diferença para você e para a empresa. Isso pode incluir uma boa média de aprovação dos gestores, algum treinamento que ministrou, uma experiência desafiadora etc.

6. Idiomas

Uma pessoa entrevistando outra pra uma vaga de emprego
Nas dicas de como montar um currículo não poderia faltar um tópico sobre destacar, no documento, caso você domine uma segunda língua.

Ter domínio de uma segunda língua aumenta as chances de contratação, além de elevar o seu salário. Uma pesquisa feita pela Catho mostrou que pessoas fluentes em inglês, por exemplo, chegam a ganhar 70% mais do que aquelas que não possuem tal habilidade.

Sendo assim, elaborar com atenção o tópico de idiomas em um currículo moderno é muito importante. Para isso não há mistério, basta colocar o local onde estudou seguido do idioma, nível de fluência (básico, intermediário, avançado e fluente) e ano de finalização do curso.

7. Informações adicionais

Em nossa lista de o que apresentar em um currículo, as informações adicionais aparecem por último por um motivo: elas não são obrigatórias. Neste espaço, você vai incluir tudo aquilo que acha relevante, mas não se enquadra nos tópicos anteriores. Isso inclui:

  • palestras das quais participou ou que apresentou;
  • concursos que ganhou;
  • algum artigo científico que escreveu;
  • programas de intercâmbio;
  • disponibilidade para viajar profissionalmente;
  • disponibilidade para trabalhar aos finais de semana etc.

Agora que você já sabe tudo o que precisa ter no documento, bora aprender como montar um currículo moderno? A seguir, confira 4 dicas muito legais!

Como montar um currículo moderno: 4 dicas!

Para deixar o seu CV perfeito, preparamos algumas dicas especiais de como montar um currículo bem moderno. Sendo assim, além de reunir todas as informações anteriores, fique atento às questões abaixo.

1. Aparência

Prefira usar fontes tradicionais, como Times New Roman, Arial ou Verdana. Escolha tamanho 12 para o texto e 14 para os títulos. Opte pelo texto justificado, com letras na cor preta.

Também é possível variar no design, mas tenha cuidado para não exagerar, principalmente se a vaga que almeja não for de um setor criativo.

Confira 7 dicas para criar um currículo criativo!

2. Estrutura das listas

Na hora de apresentar os cursos que já fez, siga o padrão: nome da instituição de ensino > curso > ano de conclusão ou previsão de conclusão. No caso de cursos livres ou de extensão, a estrutura indicada é: nome da instituição de ensino > curso > carga horária > ano de conclusão.

Para a lista das experiências profissionais, coloque: empresa onde atuou > mês e ano que entrou > mês e ano que saiu. Se ainda estiver empregado, substitua o ano e mês de saída pelo termo “atual”.

3. Uso das redes sociais

Os recrutadores tendem a pesquisar os candidatos nas redes sociais. Sendo assim, caso tenha algo que não deseje mostrar, coloque seus perfis no modo privado. Em contrapartida, invista na atualização do LinkedIn e utilize-o como complemento ao currículo tradicional.  

Para saber como atrair recrutadores no Linkedin ainda estando na faculdade, é só clicar aqui!

4. Sinceridade

Saber como montar um currículo é algo essencial, porém mais do que a questão da estrutura, você deve ser sincera sobre as informações apresentadas.

Nunca coloque dados falsos no currículo. Além de ser antiético, você será desclassificada do processo seletivo caso o recrutador descubra e perderá a credibilidade para futuras entrevistas.

O que é uma carta de apresentação?

Dois homens conversando
Para além de aprender como montar um currículo, existem outras coisas que uma empresa pode solicitar na sua candidatura, como a carta de apresentação!

Além de precisar pensar em como montar um currículo para uma vaga de emprego, pode ser que você precise fazer uma carta de apresentação. Mas, afinal, o que é isso? Bem, como o nome sugere, ela é um conteúdo usado para que o candidato se apresente à empresa.

Em geral, isso é feito usando o e-mail. Assim, quando for anexar o currículo e enviá-lo ao setor de RH, você precisará escrever algo para o remetente. O ideal é que esse texto siga um padrão, de modo a despertar o interesse do recrutador.

Então, inicie sua carta usando pronomes de tratamento formais e faça um breve resumo de quem é você. Diga seu nome, qual a sua área de atuação e a experiência que tem naquele setor.

Em seguida, explique para qual vaga está se candidatando e onde viu o anúncio da seleção. Explique qual o seu interesse no cargo e descreva, rapidamente, suas competências.

Informe que seu currículo está anexado ao e-mail, despeça-se e coloque seu telefone para contato. Simples, não é mesmo?

O que é uma carta de recomendação?

Além da carta de apresentação e currículo, algumas empresas exigem, no processo de seleção, que o candidato envie uma carta de recomendação junto com o currículo. Essa carta nada mais é do que um documento fornecido pelos locais onde você já trabalhou.

O objetivo dela é listar as atividades que foram desenvolvidas por você durante o tempo de trabalho e informar se foram bem desempenhadas. Para conseguir esse tipo de carta, basta fazer contato com o setor de RH do seu antigo emprego e solicitá-la.

O que é um mini currículo?

Para finalizar o texto de hoje, de como montar um currículo, vamos explicar rapidamente o que é um mini currículo e quando ele deve ser utilizado.

Como você notou até agora, o currículo moderno é composto de várias informações relevantes do candidato. Indo desde dados pessoais até cursos realizados, habilidades e experiência profissional.

O mini currículo, por sua vez, apresenta um conteúdo extremamente conciso, em geral, com apenas um parágrafo. Seu objetivo é oferecer ao leitor uma ideia básica de quem é o profissional que está sendo apresentado.

Esse tipo de estrutura é muito usada em  matérias de revistas, blogs ou colunas de opinião de jornais quando, depois do texto, existe um breve resumo de quem o escreveu. De certo modo, ao construir sua carta de apresentação, você também está fazendo um mini currículo.

Bem, esperamos que tenha gostado do post de hoje sobre como montar um currículo. Agora, é só colocar em prática todas as dicas que foram apresentadas e conseguir ganhar mais destaque nas seleções de emprego.

E, para quem já está na fase presencial de interação com os recrutadores, indicamos a leitura do texto: Descubra como evitar a ansiedade em uma entrevista de emprego, que está aqui em nosso blog

Você também pode gostar

Deixe um comentário