4 áreas de atuação da Contabilidade para além do contador

Áreas de atuação da contabilidade
6 minutos para ler

Assim como em outros campos profissionais, a Contabilidade vivencia um contínuo processo de transformação tecnológica. Com a chegada de softwares e sistemas de gestão, diversas atividades comuns da rotina contábil passaram a ser automatizadas. Mas, ao contrário do que muita gente imagina, o fator humano, representado pela figura do contador, ainda é indispensável nas diversas áreas de atuação da Contabilidade.

A própria indústria 5.0 (movimento já em curso) demonstra que o ideal mesmo é a conciliação da criatividade humana com soluções desenvolvidas com tecnologia de ponta. À sua maneira, essa conclusão também se aplica a outros ramos do mercado, como a Contabilidade.

Se você está à procura de uma formação acadêmica em Ciências Exatas que proporcione mais de uma carreira promissora, o curso de Ciências Contábeis merece sua atenção. Confira, a seguir, 4 excelentes áreas de atuação desse segmento profissional!

1. Consultoria

O grande objetivo da consultoria é colaborar para o aperfeiçoamento da gestão financeira de qualquer negócio. Isso significa que, como consultor, você ficará encarregado de pensar em saídas inteligentes e viáveis que propiciem diminuição de gastos. A ideia central é fazer com que o fluxo financeiro movimentado pela empresa se torne mais fluido e, portanto, mais fácil de ser administrado.

Para que os objetivos sejam alcançados, a equipe de consultores deve efetuar uma verdadeira varredura em todos estes itens:

  • contas a pagar e a receber;
  • folha de pagamento;
  • apuração tributária;
  • fluxo de caixa.

Feito isso, os profissionais fornecem orientações acerca do que fazer para que a empresa possa sanar eventuais dívidas ou crescer de modo sustentável. Os melhores consultores contábeis do mercado também necessitam de atualização constante quanto à legislação tributária (das esferas municipal, estadual e federal).

Com um conhecimento fiscal amplo e diversificado, fica mais fácil enxergar oportunidades para praticar a chamada elisão fiscal. Por meio dela, a organização consegue reduzir bastante a carga de tributos que incidem sobre as atividades desempenhadas pelo negócio.

Isso acontece porque existem benefícios fiscais governamentais divididos por área de atuação, com cumprimento de contrapartidas específicas. Assim, as empresas conseguem aliviar o montante de recursos enviados ao Fisco.

Para que o resultado aconteça, entretanto, é necessário que a lei seja analisada por um profissional contábil antenado com todas as recentes mudanças legislativas promovidas pelos governos.

Consultor contábil é uma profissão que combina com muitas pessoas. Mas se você não se identificou, calma! Ainda restam alternativas. Confira!

2. Assessoria

Sim, a assessoria contábil difere da consultoria. A primeira é caracterizada por um trabalho de análise mais detalhado. Além disso, o assessor costuma estabelecer um relacionamento de longo prazo com as instituições que solicitam seus serviços. Isso é necessário até pelas medidas que ele deve colocar em funcionamento.

Se formos comparar, podemos dizer que a consultoria está mais voltada à revisão de procedimentos técnicos, comuns à rotina contábil de toda organização. Já a assessoria foca suas ações em processos mais profundos, direta e indiretamente ligados à revisão estratégica que conduz o negócio.

quiz-descobrir-o-seu-perfil-empreendedor

Não à toa, o assessor contábil costuma estar lado a lado de diretores e CEOs. Isso explica o porquê da necessidade de um acompanhamento mais duradouro. De maneira geral, as atribuições exercidas pela assessoria contábil são determinantes para a elaboração de um planejamento estratégico mais completo.

As investigações e considerações da Contabilidade são decisivas tanto na hora de realizar interpretações quanto no momento de exibir projeções de múltiplos cenários.

3. Auditoria

Uma das razões de os cientistas contábeis serem muito bem-remunerados se deve à escassez de profissionais qualificados disponíveis. Dito isso, vale lembrar que, entre várias competências e habilidades, uma das mais relevantes da profissão consiste na capacidade de analisar diversos documentos com máxima acurácia. Essa atividade contempla uma das ações efetuadas nos procedimentos conduzidos por auditores contábeis.

A fim de que o processo seja concluído com êxito, é necessário que o auditor tenha uma visão aguçada atrelada à rapidez na interpretação de diferentes registros. Afinal, o objetivo principal da auditoria reside em confirmar a possível existência de inconsistência de dados — sejam derivados de algum descuido, sejam motivados por intenções fraudulentas.

Após a verificação minuciosa da Demonstração de Resultado de Exercício, balanço patrimonial e fluxo de caixa, o auditor tem uma boa imagem da situação contábil de qualquer organização. Em seguida, ele emite um relatório que reúne tanto os desvios encontrados como as sugestões de melhoria propostas.

Auditorias contábeis são fundamentais para empresas de pequeno, médio e grande porte. Isso dá uma amostra do elevado nível de empregabilidade relacionado a essa carreira. Observe apenas que as funções desempenhadas por um auditor contábil exigem pleno domínio sobre conceitos e leis (vigentes) vinculadas à Contabilidade. Isso é essencial para descobrir equívocos e propor os devidos ajustes legais.

4. Controladoria

A controladoria é exercida pelo chamado controller, que nada mais é do que um profissional de Ciências Contábeis apto a controlar aspectos ligados à gestão tributária e financeira da organização. Para ocupar o cargo, você deve concluir mestrado e, se possível, doutorado.

O elevado grau de exigência desse perfil profissional se justifica pela alta dimensão da responsabilidade ligada às atribuições desse tipo de gestor. Para ter uma ideia, trata-se de um profissional que mantém estreita relação de poder com os membros que compõem a diretoria de uma empresa.

Além de conhecimento técnico detalhado, o gestor de controladoria deve estar ambientado a tomar decisões importantes de forma ágil. O ideal também é que ele tenha larga experiência no nicho de atividade no qual o negócio em questão estiver inserido.

De modo resumido, empresas que têm o suporte de uma controladoria são regidas por uma equipe constituída de estrategistas contábeis. Ao controlar uma série de processos de perto, o profissional deve ser capaz de contribuir satisfatoriamente para o aprimoramento da infraestrutura financeira, fiscal e contábil da empresa.

Para ser bem-sucedido em qualquer uma das 4 áreas de atuação da Contabilidade comentadas anteriormente, você precisa de uma formação acadêmica exemplar. Com o curso de Ciências Contábeis oferecido pela Estácio, você tem a certeza de estudar em uma instituição de ensino que desfruta de ótima avaliação no mercado educacional e de trabalho.

Então, não perca mais tempo! Venha conversar com a gente e tire quaisquer outras dúvidas que tenham ficado sobre o nosso curso!

Você também pode gostar

Deixe um comentário