Conheça agora as profissões mais bem pagas do Brasil

7 minutos para ler

Conhecer as profissões mais bem pagas do Brasil é um critério importante para escolher o curso superior. Afinal, dá pistas de quais são as áreas aquecidas no mercado e ajuda a entender o possível retorno do investimento na faculdade.

Nesse sentido, é importante avaliar as características de cada região. Como o País é bastante extenso, nem sempre a média nacional refletirá os ganhos locais, até mesmo por causa da desigualdade de condição econômica entre os estados. 

Logo abaixo, listamos as profissões mais bem pagas e mostramos as diferentes em cada localidade. Continue a leitura e tire suas dúvidas sobre o assunto!

Quais as profissões mais bem pagas em cada região do país? 

As carreiras mais bem remuneradas são as de ensino superior. Para você ter uma ideia, a média salarial do graduado é de R$4.938,00, enquanto o profissional que apenas terminou o colégio fica na casa dos R$1.774,00, segundo o IBGE.

Para montar a lista de profissões mais bem pagas do Brasil, consideramos as áreas do ensino superior, escolhendo as carreiras principais. Confira as médias salariais:

  • engenheiro civil — R$ 8.216,85, 41h; 
  • engenheiro eletricista — R$ 8.216,85, 41h; 
  • médico clínico — R$ 7.518,45, 23h. 
  • advogado — R$ 4.657,43, 41h; 
  • cirurgião-dentista — R$ 4.352,85, 30h. 

Os valores consideram as contratações e demissões de janeiro a maio de 2020, registradas no CAGED do Ministério do Trabalho, tendo sido obtidos via plataforma Salário.com

Perceba que, se considerarmos o salário em relação às horas de trabalho semanal, o médico supera os vencimentos dos engenheiros civil e eletricista. No entanto, em números absolutos, a função ficou em terceiro lugar na lista. 

Outro ponto importante é que os salários e carga horária média dessas profissões pode variar de acordo com a localidade, pois existe grande desigualdade regional no Brasil. Veja o desempenho das cinco carreiras mencionadas em diferentes partes do território. 

Norte 

No Norte, podemos dizer que as profissões deengenheiros civil e eletricista estão em alta, pois mantêm vencimento próximo à média nacional com um custo de vida local mais baixo. Por sua vez, o médico tem o desempenho mais baixo, devido à carga horária média ser superior à média do Brasil:

  • engenheiro civil — R$ 7.125,97, 43h; 
  • engenheiro eletricista — R$7.034,81, 44h; 
  • médico clínico-geral — R$ 6.816,44, 30h; 
  • cirurgião-dentista — R$ 4.462,31, 33h. 
  • advogado — R$ 3.756,93, 39h. 

Nordeste 

Nessa segunda região, o destaque fica com o cargo de engenheiro eletricista, que mantém um salário praticamente igual à média nacional. Além dela, o cirurgião-dentista fica bem acima da média nacional nos salários: 

  • engenheiro eletricista — R$ 8.196,51, 41h; 
  • engenheiro civil — R$ 6.728,04, 42h; 
  • cirurgião-dentista — R$ 4.823,27, 29h. 
  • médico clínico-geral — R$ 3.177,56, 17h; 
  • advogado — R$ 2.982,60, 39h. 

Sudeste 

O Sudeste é a região com os salários e custo de vida mais altos. Na lista de profissões mais bem pagas do Brasil, a mudança principal é o salário do médico que, por hora de trabalho, é praticamente o dobro dos engenheiros: 

  • médico clínico-geral — R$ 8.608,56, 22h; 
  • engenheiro eletricista — R$ 8.344,25, 42h; 
  • engenheiro civil —R$ 8.246,82, 42h; 
  • advogado — R$ 5.738,46, 41h; 
  • cirurgião-dentista — R$ 5.111,31, 30h. 

Sul 

O cenário para essa quarta região é mais equilibrado em relação às engenharias e à medicina, com salários bastante próximos:

Vestibular-online
  • médico clínico-geral — R$ 8.315,67, 27h; 
  • engenheiro civil — R$ 7.032,43, 39h; 
  • engenheiro eletricista — R$ 7.173,32, 40h; 
  • cirurgião-dentista — R$ 4.245,50, 25h; 
  • advogado — R$ 3.202,75, 41h. 

Centro-oeste 

Por fim, no centro-oeste, podemos destacar as áreas da saúde como mais benéficas. Ao considerar a carga horária e o salário, as funções de cirurgião-dentista e médico são as mais favoráveis na região: 

  • engenheiro civil R$ 5.394,51, 39h; 
  • engenheiro eletricista R$ 5.786,72, 41h; 
  • médico clínico-geral R$ R$ 5.494,38, 21h; 
  • cirurgião-dentista R$ 4.352,85, 30h; 
  • advogado R$ 3.076,25, 41h. 

A comparação teve como base o salário no estado mais rico de cada região, excluindo-se o Distrito Federal. Na unidade da federação que abriga a capital, os vencimentos são normalmente mais elevados do que os do Centro-Oeste: 

  • engenheiro eletricista — R$ 10.519,99, 40h; 
  • engenheiro Civil — R$ 9.249,03, 40h; 
  • médico Clínico — R$ 8.981,77, 24h; 
  • advogado — R$ 6.564,37, 39h; 
  • cirurgião-dentista — R$ 4.214,25, 25h. 

Como estão as oportunidades no mercado de trabalho nessas áreas? 

No Brasil, há tempos, as empresas enfrentam dificuldades para encontrar profissionais qualificados e fechar vagas. Em seu relatório de 2018, a consultoria ManpowerGroup mostra que o desafio é enfrentando por 52% das organizações, que não conseguem encontrar talentos. O resultado é próximo da pesquisa da Robert Half, que registra 59% de recrutadores afirmando ser muito difícil preencher vagas. 

Não por acaso, a taxa de desemprego nas profissões qualificadas, entendidas como as de Ensino Superior completo, foi de 6,3%. O número é aproximadamente a metade da média geral (12,2%) e dos profissionais com ensino médio (14,1%), segundo os números do IBGE para o 1º trimestre de 2020

Entre as profissões mencionadas, as áreas com mais carência são as da saúde e engenharia, que estão entre as 10 mais difíceis de encontrar pessoas qualificadas no Brasil, segundo o ManpowerGroup. Assim, MedicinaOdontologia e Engenharia contam com ótima empregabilidade.

Por sua vez, o curso de Direito traz como diferencial a flexibilidade, sendo mais fácil atuar por conta própria. A barreira de entrada para abrir um escritório de advocacia é baixa. O formado nem sequer precisa montar a estrutura física para começar, uma vez que as unidades da OAB contam com escritórios compartilhados e salas de atendimento. 

Também é característica do curso gerar oportunidades no setor público. Para dar um exemplo, no Rio de Janeiro, foi aberto o concurso para analista judiciário, que é a posição inicial na carreira, com salário de R$6.373,89. 

Como conquistar um bom salário? 

A conquista de um bom salário costuma ser consequência do trabalho e da qualificação contínua. Assim, as funções mais especializadas ou de maior hierarquia nas empresas apresentam a remuneração mais elevada.

Uma pós-graduação, por exemplo, pode aumentar em até 47,5% os vencimentos, segundo a Catho. Resumidamente, é importante considerar as profissões mais bem pagas do Brasil, mas também outros fatores. 

Para citar dois casos, na média, contador, administrador de empresas e analista de RH não superam as profissões citadas. Porém, à medida que crescem e ocupam os melhores cargos — como analista contábil sênior (R$6400 e R$8.500), analista de RH generalista sênior (R$5.000,00 a R$10.000,00), office manager (R$5.000,00 a R$14.000), conforme o guia da Michael Page —, isso tende a mudar. 

Sendo assim, agora que você já conhece as profissões mais bem pagas do Brasil, dê ouvidos também a sua vocação e ao interesse pessoal. O mais importante é realizar uma graduação de qualidade, bem como estar motivado para continuar os estudos e entregar serviços de excelência para os contratantes. 

Se você tem dúvidas sobre o melhor caminho, acesse o artigo “Qual Profissão Combina Comigo? Dicas para escolher pela sua personalidade” e complemente a sua leitura!

Você também pode gostar

Deixe um comentário