Como funciona o SISU? Confira o passo a passo!

Homem chegando em um prédio para estudar para o enem.
5 minutos para ler

Você, com certeza, já deve saber que o Enem e o SISU andam juntos praticamente. Através do Exame Nacional do Ensino Médio, é possível se candidatar em alguma universidade através do Sistema de Seleção Unificada. No entanto, antes disso, é necessário entender como funciona o SISU e o que é levado em conta no momento dessa candidatura. 

Muitas vezes, esse sistema pode assustar candidatos de primeira viagem – e a grande intenção deste artigo é minimizar isso. Abaixo, entenda como funciona o SISU e acompanhe um passo a passo bem didático!

O que é e como funciona o SISU?

Todos os anos, milhares de alunos se submetem à prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Essa prova tem como principal objetivo avaliar as competências e aprendizados dos alunos durante o primeiro, segundo e o terceiro ano do Ensino Médio. Além disso, tem outras funções mais micros que estão relacionadas a formação básica e avaliação do desempenho de professores.

Juntamente ao Enem, o SISU também submete vários alunos todos os anos, alunos esses que desejam ingressar em uma universidade. Conhecido como Sistema de Seleção Unificada, esse sistema abre diversas vagas em universidades e utiliza a nota do Enem para classificar todos os candidatos.

Mas como funciona o SISU? De forma resumida, é o seguinte: as inscrições sempre acontecem pela internet. Para conseguir se cadastrar tranquilamente, é necessário ter feito o Enem no ano interior (ou, no caso do Enem 2020, ter feito a prova em 2021) e não ter zerado a redação em nenhuma hipótese.

Para a inscrição no SISU, o aluno precisa usar o mesmo número de inscrição e senha utilizados no Enem. Feito isso, esse sistema consegue ter acesso às notas do candidato e seleciona as melhores para cada curso disponibilizado, levando em consideração: curso, faculdade e modalidade de concorrência (cota ou ampla concorrência).

Como usar o SISU: passo a passo completo!

1 – Acesse o site com login e senha disponibilizados no momento de inscrição no Enem;

2 – Confirme seus dados e, caso haja algum dado incorreto (seja nome, celular ou e-mail), atualize nesse momento.

3 – Depois, pesquise seu curso por cidade e instituição de ensino.

4 – Você é ampla concorrência ou possui sistema de cotas? Escolha uma dessas opções na plataforma.

5 – O mesmo procedimento é feito para os cursos de primeira e segunda opção.

6 – Acompanhe diariamente o SISU, pois as notas de cortes podem variar.

Vestibular-online

7 – No dia de fechamento do SISU, você terá a possibilidade de verificar se passou mesmo, ou não, na vaga desejada – seja primeira ou segunda opção.

Como funciona o SISU: perguntas frequentes!

Abaixo, listamos as principais questões que, provavelmente, os vestibulandos de primeiras viagens vão se perguntar em algum momento. Confira e tire suas dúvidas!

Qual a nota mínima para entrar no SISU?

Atualmente, não existe uma nota mínima para o SISU. A grande questão é que, para o candidato conseguir se inscrever, ele não pode ter zerado a redação. 

Como funciona o sistema de pesos do SISU?

O sistema de pesos do SISU depende da universidade. Cada universidade pode atribuir diferentes pesos para as cinco notas, de acordo com cada curso escolhido.

Exemplo: uma faculdade pode atribuir peso 2 para a nota de redação em um curso que envolve mais a parte textual, enquanto que, para um curso de engenharia, o peso maior é atribuído à parte de exatas.

Mas e a nota de corte?

Apesar de não haver uma nota mínima para o SISU, existem as notas de corte de cada curso – que dependem também da universidade que você deseja. Segundo o Brasil Escola, a nota de corte “[…] é média no Enem do último candidato classificado dentro do limite de vagas oferecidas em determinado curso”.

Vamos a um exemplo:

Em 2020, a média do último candidato classificado em Medicina em X universidade foi de 700. Em 2021, portanto, essa será a nota de corte (ou “nota mínima” para ingresso de um candidato).

A nota de corte pode ser considerada, então, como uma nota de referência caso você deseje entrar em algum curso concorrido. Ou seja, para conseguir entrar, você precisa tirar uma nota maior que a de corte.

O que fazer depois do SISU?

Após entender como funciona o SISU e se inscrever, você deve aguardar os resultados. Se você passar, irá receber orientações específicas sobre como fazer sua matrícula na universidade escolhida. Se não, você ainda pode utilizar sua nota para entrar em uma faculdade privada!

Como entrar em uma faculdade com a nota do Enem?

Jovens em um estabelecimento, sentados, conversando sobre como funciona o Sisu.
Entender como funciona o SISU e como usar sua nota pode ser imprescindível para o seu futuro e a sua carreira!

É simples! Você precisa apresentar suas notas no momento de ingresso. A depender dela, você precisará (ou não) fazer o vestibular próprio daquela faculdade – o que economiza seu tempo e sua disposição!

No caso da Estácio, há essa opção. Porém, se você sentiu que foi mal no Enem, também é possível fazer o Mega Vestibular, que acontece nos dias 08, 09, 29 e 30/01. Inclusive, já é interessante fazer a sua inscrição antes mesmo de fazer o Enem, vai que, né?! 😅


Gostou do artigo? Esperamos que sim! Agora que você já sabe tudo sobre como funciona o SISU, aproveite e leia também: “Não passei no Enem, e agora?”

Você também pode gostar

Deixe um comentário