Como assimilar os estudos? Tire suas dúvidas sobre produtividade

como assimilar os estudos
4 minutos para ler

Sabemos como é incômodo despender muito tempo estudando e se dedicando a aprender os conteúdos e não ter o rendimento esperado. Ou, pior, às vezes não conseguimos dominar o assunto como gostaríamos. No entanto, com algumas técnicas, é possível evitar esse problema e ter uma ótima produtividade.

Neste post, listamos algumas ótimas dicas de como assimilar os estudos de uma maneira prática. Continue a leitura e veja como melhorar a sua produtividade!

Tente lembrar em vez de reler

Suponha que, depois de ler um conteúdo, você precisa responder a algumas questões. Ao chegar à primeira pergunta, percebe que viu essa informação ao longo do texto, mas não se recorda dela com muita precisão. O que fazer nesse momento?

Algo que você provavelmente faria, pela força do costume, é voltar ao texto e reler o trecho que fala sobre o que você precisa. No entanto, essa é uma prática que não estimula o nosso aprendizado.

O que vai ajudar mesmo é se esforçar para se lembrar do que estudou, convencendo a sua mente a refazer toda a trajetória e associar os assuntos que estão sendo cobrados. Com o tempo, isso se torna mais fácil, e você vai perceber como isso contribui muito nos estudos.

Faça conexões mentais

Outra estratégia muito útil é fazer conexões mentais. Um mapa é um esquema que vai trazer muitos benefícios. Para fazê-lo, pegue uma folha e escreva no centro dela o tema que você acabou de estudar. Em seguida, puxe flechas indicando assuntos relacionados a ele.

Quer um exemplo? Vamos supor que você tenha estudado sobre Citologia. As palavras-chave citoplasma, ribossomo, mitocôndria, complexo de Golgi, membrana plasmática, entre outras, podem se associar a esse tema central e ajudar você a se lembrar melhor do conteúdo. Outra dica é escrever com as próprias palavras para favorecer o seu raciocínio.

Vestibular-online

Evite a curva do esquecimento

Já percebeu que, quando você não estuda novamente um assunto, ele é facilmente esquecido? Essa é uma teoria comprovada por Hermann Ebbinghaus, chamada curva do esquecimento. Ela basicamente diz que, até o fim do dia, só lembraremos 75% de algo que estudamos pela manhã. Já depois de 24 horas, esse valor cai para 50%. Após 30 dias, só nos recordaremos de até 5% desse assunto, caso ele não seja revisto.

É por isso que as revisões precisam ser feitas periodicamente. O ideal é realizá-las ao fim do dia, no dia seguinte, após 15 dias e depois de 30 dias. Isso é necessário para cada disciplina estudada. Portanto, reserve alguns minutos do seu cronograma de estudos apenas para revisar conteúdos.

Varie os conteúdos que estuda

Estudar para o vestibular envolve ter contato com uma grande quantidade de assuntos de diferentes disciplinas. Para melhorar o seu aprendizado, é interessante variar os conteúdos vistos ao longo do dia.

Se você começou o dia estudando Física, por exemplo, é melhor estudar em seguida assuntos que não se relacionam tanto com a matéria, como Redação ou História. Isso vai ajudar na sua memorização e evitar que os temas se confundam em sua cabeça.

Use a Programação Neurolinguística

Utilizar a Programação Neurolinguística (PNL) a favor dos seus estudos também trará ótimos benefícios. Você sabia que o que aprendemos só é consolidado durante o nosso sono? Por isso, ter uma boa noite de sono é fundamental.

Além disso, sabendo dessa informação e associando-a com a curva do esquecimento, estudar ou revisar conteúdos antes de dormir é uma técnica da PNL que pode ajudar muito na sua produtividade e no seu aprendizado.

Como visto, apostar em estratégias de como assimilar os estudos vai trazer diversos benefícios para a sua produtividade. Desse modo, é possível ter o desempenho que você tanto esperava e ter melhores resultados no vestibular.

Gostou do post? Então aproveite a visita ao blog e veja também como revisar os estudos na reta final para o Enem!

Você também pode gostar

Deixe um comentário