Estudar Nutrição: quais os motivos para seguir carreira nessa área?

estudar nutrição
6 minutos para ler

Você sempre teve interesse em promover práticas benéficas ou gostaria de impactar a vida de diversas pessoas? Nesses casos, talvez devesse considerar a possibilidade de estudar Nutrição e construir uma carreira na área.

Como todo processo de escolha, definir uma profissão pode ser bastante difícil. Para facilitar esse processo e eliminar dúvidas, resolvemos listar as principais informações sobre a formação e a rotina de um nutricionista.

Acompanhe e descubra bons motivos para você fazer parte desse grupo de profissionais!

Saiba como é o curso de Nutrição

A faculdade prepara profissionais para atuar em diversos campos da alimentação e nutrição humana. Os cursos duram 4 anos e promovem uma formação multidisciplinar, envolvendo desde conteúdos da área da saúde até matérias ligadas à administração e economia.

Quem pretende estudar Nutrição deve estar preparado para intercalar diversas aulas práticas e teóricas. Os testes e aplicações costumam ser realizados em laboratórios de química, de ciências (morfológicas ou biológicas), de avaliação nutricional, de informática e de dietética.

Grade curricular

O ciclo básico é composto por disciplinas de formação profissional: 

  • Nutrição; 
  • Antropologia e Educação Alimentar e Nutricional; 
  • Bioquímica; 
  • Avaliação Nutricional; 
  • Fisiologia;
  • Nutrição Humana.

O ciclo profissionalizante engloba disciplinas da área clínica (Fisiopatologia e Dietoterapia I e II), de alimentação coletiva (Administração de Serviços de Alimentação e Nutrição), de saúde coletiva (Nutrição e Saúde Coletiva) e de nutrição esportiva (a Estácio foi pioneira na oferta dessa opção).

Após a formação, o profissional da área poderá investir em especializações e em cursos livres, além de frequentar palestras, workshops e congressos. Para os que gostam de pesquisa e têm interesse no universo acadêmico, o ingresso no mestrado e doutorado é um bom caminho.

Conheça as possibilidades de atuação

O profissional da Nutrição pode trabalhar em diversos espaços e atender públicos variados. Sua formação dá a base necessária para atuar tanto em clínica própria quanto em empreendimentos maiores, como laboratórios, empresas, indústrias e restaurantes.

Entre as possibilidades, podemos destacar:

  • Nutrição clínica — prescrever dietas e adaptar a alimentação conforme o tratamento médico de cada paciente;
  • Nutrição esportiva — elaborar e acompanhar dietas especiais para atletas de diversas modalidades esportivas;
  • saúde coletiva — atuar em programas de atenção básica, educação alimentar e vigilância sanitária junto às comunidades;
  • indústria alimentícia — pesquisar e desenvolver produtos, fazer testes culinários e cuidar do controle de qualidade;
  • catering — definir cardápios para empresas de segmentos variados, como hotéis, escolas, spas, buffets, academias e hospitais.

O nutricionista também pode atuar na área administrativa de um negócio, supervisionando ou gerindo etapas como manuseio, armazenamento e preparo dos alimentos.

Mercado de trabalho

A carreira abrangente contribui para a oferta constante de empregos, sendo um atrativo a quem pensa em estudar Nutrição. Para exemplificar, há um total de 149.025 profissionais da área no Brasil, conforme dados do Conselho Federal de Nutricionistas (CFN) — terceiro trimestre de 2019.

Desses, aproximadamente 60% atuam no mercado de refeições coletivas e de Nutrição clínica. A saúde coletiva corresponde a 17% e tem salários muito variáveis, visto que as vagas relacionadas são preenchidas por meio de concursos municipais.

CARREIRAS DA SAÚDEPowered by Rock Convert

Outras áreas de atuação incluem a docência, indústria de alimentos e bebidas, Nutrição esportiva e marketing. Em geral, os ganhos nesse mercado de trabalho ficam na faixa de 3 a 5 salários mínimos.

Visão da profissão

A preocupação com a saúde física e mental só cresce. Pessoas de todas as idades têm buscado um cuidado maior com o próprio bem-estar, afinal, ele é essencial para desfrutar de inúmeras atividades.

Tal cenário contribui para a valorização de profissionais que atuam diretamente com a prevenção de problemas relacionados a uma vida desequilibrada. Má alimentação, sedentarismo e hábitos nocivos sempre estão na mira dos nutricionistas mais atentos.

Portanto, se você deseja investir nessa carreira, pode ter certeza de que sempre haverá espaço para aplicar seus conhecimentos. Trata-se de uma realidade extremamente positiva, principalmente para quem ainda tem dúvidas sobre o potencial da profissão.

Descubra o perfil do estudante de Nutrição

Boa parte do público interessado nessa carreira é composto por jovens, predominantemente do sexo feminino, oriundos do Ensino Médio de escolas públicas. Logo, possíveis deficiências no processo de formação acadêmica precisam ser niveladas ao longo do curso superior.

Como toda profissão tem um perfil desejável, é importante entender as qualidades que representam um bom profissional da área. Em geral, quem pretende estudar Nutrição precisa aprender a lidar com diferentes pessoas e ter preocupação com o bem-estar e a saúde da população.

Seja qual for o tipo de aprendizagem que o favorece, o estudante deve buscar formas de aprimorar habilidades essenciais. Elas incluem curiosidade, boa comunicação, capacidade de liderar e de tomar decisões, além de facilidade para administrar pessoas, materiais, equipamentos e áreas físicas.

Entenda o que avaliar em um curso de Nutrição

Diversas instituições de ensino, públicas e privadas, oferecem graduação nessa área. Frente a essa variedade, é importante fazer pesquisas e comparar algumas características antes de escolher onde estudar.

O primeiro passo é avaliar a reputação da faculdade no mercado, buscando depoimentos de quem já frequentou seus ambientes e verificando os diferenciais apresentados em seus principais canais de comunicação (redes sociais, site oficial etc.).

Outro ponto relevante é o reconhecimento da instituição no ramo, o que pode ser comprovado se ela for bem avaliada pelo Ministério da Educação (MEC). Detalhes sobre qualificação do corpo docente, oportunidades de estágio e composição da grade curricular também ajudam nessa decisão.

A Estácio carrega todos os diferenciais citados e seus cursos são estruturados para atender as necessidades do mercado. Os componentes da matriz curricular são revisados e atualizados com frequência para que permaneçam adequados aos seus objetivos.

Um dos diferenciais da instituição está na oferta do ensino digital — por meio da modalidade de educação a distância (EAD) —, que facilita a rotina de diversos estudantes e permite o desenvolvimento do aluno protagonista, que é aquele que administra seu próprio tempo, horários e formas de obter conhecimento.

Portanto, se você quer estudar Nutrição com a gente, saiba que o curso é maduro e está disponível em vários municípios do Brasil. Seja no ensino digital, seja com aulas presenciais, são muitas as possibilidades para ingressar na área e construir uma carreira de sucesso.

E já que está por aqui, aproveite para saber mais sobre o curso de Nutrição da Estácio e definir se é a opção certa para o seu futuro!

Calouro a bordoPowered by Rock Convert
Você também pode gostar