Os motivos para estudar Enfermagem na Estácio

Enfermagem na Estácio
6 minutos para ler

É inegável que trabalhar na área da saúde envolve vários desafios. Apesar disso, essa carreira também é muito gratificante e proporciona uma série de conquistas. Nesse sentido, estudar Enfermagem na Estácio pode ser um diferencial e tanto para o seu sucesso.

Para que você conheça melhor essas vantagens, preparamos este conteúdo a respeito do tema. Durante a leitura do texto, você entenderá quais motivos fazem desse curso uma excelente opção para o seu futuro — aproveite as informações para saber mais a respeito!

Atuação ampla

Quem se forma em Enfermagem tem inúmeras possibilidades de atuação, isto é, caso opte por essa faculdade, você poderá trabalhar em diferentes cenários, ocupando cargos diversos. Para se ter ideia, dentro dos hospitais, algo em torno de 70% das atividades realizadas nesse ambiente são executadas por enfermeiros.

No entanto, a atuação se estende para outros espaços: ainda no âmbito de cuidados com a saúde, há os atendimentos feitos em clínicas, postos de saúde e atividades de prevenção, por exemplo. Além disso, enfermeiros podem abrir seus próprios consultórios. A função de enfermeiro escolar, que trabalha com a elaboração de programas de saúde — por meio de atividades de prevenção e acompanhamento frequente — em instituições de ensino tem ficado cada vez mais popular.

Atualmente, não é mais raro encontrar enfermeiros atuando na área de estética, conduzindo alguns procedimentos importantes do setor. Nesse campo, é comum que trabalhem com curativos e reabilitação de feridas e queimaduras.

Em empresas e indústrias de outros segmentos, é possível notar a atuação de enfermeiros do trabalho, que lidam com a saúde ocupacional. De acordo com algumas normas estabelecidas pelo Ministério do Trabalho, a presença desse profissional pode ser obrigatória para prevenir doenças e lesões em determinados contextos.

Cabe mencionar o trabalho do enfermeiro aquaviário, que acompanha o transporte de materiais em desembarcações, e os profissionais que prestam atendimento direto às gestantes, fazendo procedimentos como pré-natal e parto domiciliar.

Portanto, não seria nenhum exagero dizer que existe uma grande autonomia fora do ambiente hospitalar para quem estuda Enfermagem. Como se não bastasse, há um leque de funções gerenciais que não se restringem à assistência direta aos pacientes, como:

  • auditoria de sistemas de saúde;
  • funções administrativas;
  • políticas de saúde;
  • prevenção de doenças.

Alta empregabilidade

De modo resumido, o mercado de trabalho da Enfermagem está bem movimentado. Mesmo no ano de 2019, quando houve uma redução de contratações geral nas empresas, a procura se manteve alta. Isso porque envelhecimento populacional fortalece o apelo e a real necessidade em torno das atividades preventivas e de reabilitação. Ou seja, cuidados com o idoso e clínicas voltadas à terceira idade são demandas recorrentes.

Vale lembrar que, de acordo com dados levantados pelo IBGE e divulgados pelo portal G1, a população brasileira está envelhecendo. Ainda segundo o órgão especializado em estatísticas, a projeção para 2060 é de que o país terá mais idosos do que jovens.

CARREIRAS DA SAÚDEPowered by Rock Convert

Além disso, há o desenvolvimento de pesquisas, vacinas e medicamentos, áreas que contam com o conhecimento específico desses profissionais. Não à toa, podemos encontrar enfermeiros trabalhando com Engenharia Biomédica no desenvolvimento de cateteres, softwares e equipamentos variados.

Trata-se de um mercado que segue aquecido ao longo dos anos. Independentemente das oscilações econômicas, nunca houve uma queda brusca na contratação de quem se formou em Enfermagem — seja no setor público, seja no privado. Na maioria das vezes, a média é mantida, ainda mais na área hospitalar, que é o maior foco.

É oportuno ressaltar que a Estácio — que integra um dos grupos educacionais mais respeitados do Brasil — tem uma excelente parceria com algumas empresas de saúde que fazem seus processos seletivos diretamente com os alunos da instituição: é uma maneira de auxiliar o profissional a dar passos importantes em sua carreira profissional.

A Estácio conta com uma biblioteca virtual muito bem equipada, com títulos variados e disponíveis para qualquer aluno, que podem acessá-los de qualquer lugar. São 3 plataformas de livros digitais e 2 plataformas de periódicos atualizados. Esse acervo, somado às oficinas, palestras e atividades de extensão, é fundamental para quem deseja se preparar para o mercado de trabalho.

Formação completa

Ao estudar Enfermagem na Estácio, você terá uma formação completa, com acesso a uma infraestrutura diferenciada, onde há laboratórios muito bem equipados, que permitem fazer simulações realísticas atividades. É preciso destacar o desenvolvimento de atividades práticas e convênios com unidades de saúde, que possibilitam aprimorar habilidades úteis para a sua trajetória na profissão.

Se você tiver desejo de se qualificar ainda mais, é possível sair da faculdade diretamente para o mestrado, sem passar pela especialização. Dessa forma, haverá como trabalhar com pesquisa e até mesmo cogitar algumas possibilidades de intercâmbio.

A graduação em Enfermagem tem 10 períodos, isto é, 5 anos de duração. A cada ano, antes de montar a matriz curricular, os responsáveis pela graduação fazem uma pesquisa sobre o mercado para analisar as linhas de formação exigidas. As exigências do Ministério da Educação (MEC), do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) e do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) também são avaliadas com bastante atenção.

A estrutura curricular, pensada para atender essas necessidades, tem um núcleo, que abrange disciplinas básicas associadas à saúde, como Anatomia, Biologia e Bioquímica. Aos poucos, o curso tem sua complexidade aumentada, chegando às assistências e às possibilidades de tratamento. Além disso, há uma oficina básica de Enfermagem, na qual os alunos aprendem técnicas básicas de cuidados — desde calçar uma luva até o exame físico mais delicado, em diferentes tipos de pacientes.

Posteriormente, você terá contato com disciplinas específicas, que lidam com a saúde da mulher, da criança, do adulto e do idoso. Ainda fazem parte do currículo questões ligadas à saúde mental, à saúde coletiva, aos pacientes cirúrgicos, às emergências e às urgências. Auditorias, gestão e gerência da Enfermagem também são partes da formação.

Enfim, estudar Enfermagem na Estácio é uma excelente opção de carreira para quem deseja trabalhar com a área da saúde, promovendo a transformação social e auxiliando pessoas que precisam de cuidados em diversos contextos.

Se você gostou dessa ideia, não perca mais tempo e entre em contato conosco agora mesmo para saber mais!

Calouro a bordoPowered by Rock Convert
Você também pode gostar