Afinal, o diploma EAD tem a mesma validade que o presencial?

Diploma EAD (Ensino a distância): mulher sentada em escrivaninha estudando pelo computador
7 minutos para ler

A educação a distância (EAD) tem deixado de ser vista como uma alternativa para quem não pode fazer um curso presencial. Na verdade, o diploma EAD tem vantagens que fazem dessa modalidade de estudo a primeira opção de muita gente para começar uma carreira profissional com o pé direito.

No entanto, ainda há certo preconceito e falta de informação quanto à validade de uma faculdade online. Afinal, o curso é mesmo válido? Como é a aceitação da EAD no mercado?

Neste post, você vai ver que o diploma EAD tem o mesmo reconhecimento do que o de cursos presenciais. E mais: muitas empresas estão priorizando alunos formados a distância. Quer saber o porquê? Então, continue a leitura!

Como é o cenário da EAD no Brasil?

De acordo com o último Censo da Educação Superior divulgado pelo Inep, o número de matrículas nos cursos presenciais passou por uma redução de 0,4% entre 2016 e 2017 (página 18).

Por outro lado, a modalidade EAD manteve o crescimento já observado nos anos anteriores, alcançando a taxa de 17,6% no mesmo período. Com isso, os alunos de faculdades a distância já representam mais de 21% dos matriculados no ensino superior.

Apesar de o número total de estudantes ainda ser maior na modalidade presencial, a expectativa é que esse cenário seja invertido em breve se a taxa de crescimento nas matrículas EAD mantiver o ritmo.

Essa expectativa também é confirmada no Censo EAD.BR 2017, feito pela Associação Brasileira de Educação a Distância. Na página 29, você pode ver que o número de matrículas nessa modalidade mais do que dobrou entre 2016 e 2017, chegando a quase 8 milhões, entre cursos superiores, semipresenciais e livres.

Mercado de trabalho

Bom, você viu que a escolha por um diploma EAD não para de crescer entre os alunos, mas como o mercado de trabalho reage a tudo isso? A resposta é: melhor impossível!

A educação a distância é uma tendência definitiva — e as empresas sabem disso! É o que nos mostra a reportagem do UOL sobre o assunto. No artigo, a diretora da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH), Eliane Aere, afirma: “Se é presencial ou EAD, não faz a menor diferença no processo seletivo. O que analisamos é a carga horária e a avaliação do curso no MEC”.

Além disso, um diploma EAD não apenas é aceito, mas também é visto com ótimos olhos pelos recrutadores. Afinal, um estudante de faculdade a distância normalmente apresenta competências e habilidades como:

  • maior organização;
  • boa gestão de tempo;
  • responsabilidade;
  • automotivação;
  • disciplina;
  • autonomia, entre outras.

É isso o que afirma o vice-presidente do Grupo Kroton, Paulo de Tarso, na mesma entrevista, ao dizer que o aluno da EAD precisa ser mais disciplinado do que os estudantes de cursos presenciais. Ele também observa que: “O conteúdo teórico da EAD é muito mais completo do que o das aulas presenciais. O professor consegue transmitir todos os conceitos sem interrupção e com a mesma intensidade”.

Quais são as principais vantagens da EAD?

Agora que você viu que a preferência pelo diploma EAD tem crescido, tanto entre os recrutadores como entre os estudantes, vamos conhecer o que impulsiona a escolha por essa modalidade de estudo.

Flexibilidade de tempo

A flexibilidade de tempo é, certamente, um dos maiores atrativos da faculdade a distância. Principalmente para o perfil de estudante que precisa conciliar estudos com trabalho, ou mesmo para quem tem outras realidades, como a maternidade, essa é a melhor saída para não interromper a formação após o Ensino Médio ou a busca por uma pós-graduação.

Mesmo para quem consegue dispor de um período inteiro do dia para estudar, como a manhã ou a noite, somente o fato de não precisar se deslocar já faz muita diferença. Às vezes, o curso presencial exige uma, duas ou mais horas de trajeto para chegar até a universidade, o que é incompatível com a rotina de alguns alunos.

Autogestão nos estudos

Agora, a flexibilidade de tempo não é sinônimo de menos trabalho. As aulas precisam ser vistas, há leituras complementares, atividades com prazo e um calendário de provas. Para não perder o andamento do curso, o aluno precisa desenvolver a autogestão nos estudos.

Mas ao contrário do que pode parecer à primeira vista, essa é uma grande vantagem! O estudante aprende a organizar a rotina, a ter responsabilidade com seu próprio planejamento e a ter mais disciplina.

Essas são características que proporcionam um grande desenvolvimento pessoal e profissional. Aliás, como vimos, é exatamente por conta desses fatores que muitas empresas têm privilegiado a contratação de alunos da EAD.

Facilidade de permanência

Por fim, o diploma EAD proporciona chances maiores de permanência. É isso mesmo! Nas faculdades presenciais, muitas vezes é mais difícil se manter no curso do que ingressar nele. Os motivos são vários:

  • falta de tempo para acompanhar as matérias;
  • dificuldade de arcar com a mensalidade, que costuma ser mais alta nos cursos presenciais;
  • muitas horas perdidas em deslocamento, o que é um problema principalmente para quem concilia os estudos com jornada de trabalho;
  • custos excessivos com transporte e alimentação etc.

Já quando falamos do curso online, todas essas limitações são reduzidas ou até mesmo eliminadas. Assim, o sonho de concluir o curso superior — e com um ensino de qualidade — se torna um objetivo real e alcançável.

Como é a validação dos cursos EAD?

Por fim, queremos explicar para você como funciona a validação do diploma EAD. Os cursos de ensino superior a distância são regulamentados e credenciados pelo Ministério da Educação (MEC), de forma muito semelhante ao que ocorre com os presenciais.

Para ser aprovado pelo órgão, a proposta da Instituição de Ensino Superior (IES) precisa passar em uma série de critérios, que vão desde a avaliação da equipe multidisciplinar envolvida no projeto de curso, até o desempenho da infraestrutura de apoio e o programa pedagógico.

Todos os aspectos avaliados pelo MEC estão descritos nos Referenciais de qualidade para cursos a distÂncia e estão previstos na Lei nº 9.394/96, que define as diretrizes e bases da educação brasileira.

Ah, o estudante também pode consultar no portal e-MEC, na aba Consulta Avançada, tanto a IES de seu interesse como o curso desejado para verificar a avaliação do MEC. Basicamente, três conceitos indicam a qualidade do curso, com notas de 1 a 5:

  • Conceito Preliminar de Curso (CPC);
  • Conceito de Curso (CC);
  • Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade).

Depois dessa leitura, você viu que o diploma EAD é tão reconhecido no mercado de trabalho quanto o presencial. Além disso, essa modalidade de estudo traz vantagens para o estudante, como a flexibilidade de tempo e a facilidade de permanência.

Quer entender mais sobre a educação a distância? Então, baixe nosso e-book e tenha em mãos um manual para se dar bem nessa modalidade de estudo!

Você também pode gostar