Conheça as 6 Engenharias mais bem pagas

engenharias mais bem pagas
6 minutos para ler

Você está naquele processo de escolher uma faculdade e já sabe que quer se tornar um engenheiro. Contudo, como existem mais de 30 campos de atuação dentro das Engenharias, está difícil chegar a uma decisão sobre qual deles seguir? Pois saiba que a gente entende esse dilema!

Afinal, essa é uma das profissões mais bem regulamentadas, estáveis no mercado, com uma diversidade de setores com oferta de emprego e, inclusive, com umas das melhores médias de remuneração do país — já que a Lei nº4950-A/96 estabelece o pagamento base de 6 salários mínimos por uma jornada diária de seis horas de trabalho para quem pertence à categoria.

Diante disso, resolvemos ajudá-lo a encontrar o segmento que mais se encaixa no seu perfil. Então, listamos algumas das Engenharias mais bem pagas e contamos o que o profissional dessa área faz em cada uma delas. Preparado para saber mais? Pois vamos a elas!

1. Engenharia de Software

A primeira delas é a Engenharia de Software, que é um dos campos mais recentes da Engenharia e totalmente relacionado ao setor da tecnologia — e isso não é à toa. Afinal, ao se formar e ingressar nele você vai ser responsável por desenvolver a estrutura interna dos softwares de diversos aparelhos, desde smartphones até computadores.

Ou seja, é você quem garante que os sistemas operacionais tenham uma resposta eficiente ao acesso dos usuários, que o banco de dados funcione adequadamente e que sejam feitas frequentes atualizações, manutenções e correções de bugs.

De acordo com relatório da plataforma Salário, esse profissional ganha, em média, R$ 8.639,54. Já no auge da carreira, pro outro lado, os ganhos dele chegam a R$ 18.125,90.

2. Engenharia de Petróleo

Na Engenharia de Petróleo, por outro lado, o profissional atua em uma atividade que impacta inúmeros setores, do industrial ao farmacêutico: a exploração e produção de petróleo. Eles realizam serviços técnicos envolvendo projetos de estudo e pesquisa sobre as áreas a serem perfuradas em ambiente terrestre e/ou aquático e também a gerência do maquinário envolvido na extração do material.

Fora isso, supervisionam análises de potenciais riscos ambientais, a instalação e utilização de reservatórios e plataformas navais e o processamento do petróleo como matéria-prima para comercialização

A sondagem do portal Vagas apontou que o engenheiro dessa área ganha bem. A renda média dele é de R$ 8.478,00, com potencial de até R$ 12.927,00 ao longo da carreira.

3. Engenharia Mecânica

Outra área que não poderia faltar nesta lista das Engenharias mais bem pagas é a Engenharia Mecânica. Nela, você comanda a instalação, a operação, os ajustes e a reparação do maquinário utilizado em indústrias, montadoras, transportadoras etc.

É uma atividade essencial porque, cada vez mais, o mercado emprega equipamentos mecânicos nas linhas de produção de diversos materiais e bens de consumo para uma fabricação otimizada e em larga escala.

Como indica a amostra da plataforma Salário, o engenheiro mecânico recebe por mês cerca de R$ 8.272,25. Porém, à medida que aumenta a experiência profissional, a remuneração dele pode variar até R$ 16.423,04.

Guia de carreiras: Engenharias.

4. Engenharia de Produção

Já a Engenharia de Produção está bastante relacionada ao segmento anterior. Isso acontece porque o profissional desse ramo tem como foco a gestão das linhas operacionais no setor industrial. Cabe a ele, por exemplo, a gestão e o controle de qualidade das redes e dos sistemas internos de transporte de insumos e fabricação de materiais.

A meta desse profissional é garantir que as empresas tenham um melhor desempenho de produção aliado à redução de despesas, à implementação de projetos estratégicos e, em especial, aos processos de logística envolvendo estocagem e distribuição de produtos.

Os dados da plataforma Salário foram categóricos: a faixa de ganho do profissional nesse segmento é de R$ 7.756,78, embora ele possa ganhar até R$ 15.720,24.

5. Engenharia Elétrica

Fora os campos já mencionados entre as Engenharias mais bem pagas, também há a Engenharia Elétrica que é crucial para o desenvolvimento urbano da sociedade. Podemos dizer isso porque o engenheiro eletricista atua na formulação e na aplicação de sistemas e equipamentos que são utilizados nas estações e subestações de produção elétrica e nos centros de distribuição energética do país.

Mas não só isso, já que muitos desses profissionais também são encontrados em redes de telecomunicação administrando, fazendo perícias e produzindo avaliações técnicas em instalações e circuitos elétricos.

O levantamento da plataforma Salário destaca que o vencimento médio do engenheiro eletricista é de R$ 7.729,30, mas assim como nos outros campos, ele aumenta com o tempo de experiência e pode alcançar os R$ 15.636,11 mensais.

6. Engenharia Civil

Por fim, mas nem por isso menos importante, temos a Engenharia Civil que é, facilmente, uma das áreas mais populares da profissão. Isso se deve ao fato do setor de construção ser um dos mais antigos e conhecidos do mercado brasileiro.

Quem escolhe ela, atua principalmente em construtoras e em departamentos de engenharia nas grandes corporações que demandam diferentes instalações prediais. O trabalho desse profissional é acompanhar e gerir o fluxo de etapas técnicas da construção de edificações em áreas urbanas e rurais.

Além disso, ele também assume com frequência a responsabilidade de realizar avaliações e emitir pareceres a respeito de obras que podem apresentar riscos à população.

A pesquisa da plataforma Salário identificou que o valor mensal de quem se forma na faculdade de Engenharia Civil é de aproximadamente R$ 7.312,30. Contudo, esse é um segmento com muitas possibilidades de crescimento. Logo, a remuneração aqui pode chegar até R$ 14.942,51.

Agora que você já está por dentro das Engenharias mais bem pagas, é hora de avaliar qual delas proporciona o melhor retorno financeiro. Mas não se prenda a apenas esse critério, ok? Também é importante conhecer os detalhes da rotina de cada área, as tendências do mercado para elas e, em especial, como é a formação em cada um desses segmentos para já saber com antecedência o que esperar da sua vida acadêmica.

E se você gostou der ler nosso post e conhece outras pessoas que também estão em dúvidas sobre qual Engenharia seguir, já sabe: compartilha ele nas suas redes sociais para que elas também possam conferi-lo!

Você também pode gostar

Deixe um comentário