Especialista dá dicas para acelerar o seu desenvolvimento pessoal

desenvolvimento pessoal
6 minutos para ler

Você sabia que o desenvolvimento pessoal é uma das chaves para melhorar sua empregabilidade e conseguir boas oportunidades na carreira? Parece óbvio, mas nem todas as pessoas levam isso em consideração quando refletem a respeito do mercado de trabalho. Afinal, quais são os desafios envolvidos nesse aprimoramento? Como conduzi-lo de forma prática no dia a dia?

Para tratar desse tema tão importante, consultamos Nicole Tomazella, que atua como Coach de Carreira e é especializada em Sucesso e Felicidade Profissional. Ao longo do post, você encontrará uma série de dicas para continuar se desenvolvendo e encontrar a realização no trabalho. Aproveite as recomendações!

Como ser protagonista do próprio desenvolvimento pessoal?

De acordo com a especialista, o sucesso é um objetivo construído aos poucos, de forma contínua. “Precisamos nos preparar para percorrer um caminho muito longo quando desejamos conquistar algo. Assim como em uma maratona, se gastarmos toda a nossa energia no começo da jornada, não teremos pique suficiente para chegar até o final”, explica Nicole.

Com o intuito de simplificar esse processo, separamos algumas dicas que podem ser úteis para o seu desenvolvimento profissional e pessoal. Veja, a seguir, quais são elas e como podem ajudar você!

1. Pense nos métodos e nos detalhes

“Às vezes, sonhamos com objetivos grandiosos e temos pressa para conquistá-los. Isso faz com que deixemos de prestar atenção nos desafios que devemos superar logo no início. Portanto, é fundamental registrar todos os sonhos — em um papel ou no celular — descrevendo o máximo de detalhes que são necessários para alcançá-los”, recomenda Nicole.

A ideia por trás dessa simples medida consiste em desmistificar suas metas e entender que, por maiores que elas possam ser, é preciso cumprir uma série de pré-requisitos menores para atingi-las.

2. Estabeleça pequenos objetivos

Depois que o primeiro passo for realizado, vale a pena definir entre 3 e 4 objetivos imprescindíveis para que o sonho em questão seja concretizado. Imagine que você já cursa Jornalismo e quer trabalhar como repórter na produção de documentários ao redor do mundo. Para transformar esse desejo em realidade, você pode traçar um plano com os seguintes objetivos:

  • concluir a graduação com um projeto relacionado à produção de documentários no exterior;
  • falar inglês fluentemente e, se possível, ter conhecimento sobre outro(s) idioma(s) estrangeiros;
  • desenvolver carisma, capacidade de oratória e desenvoltura para fazer entrevistas com facilidade;
  • firmar parcerias ou trabalhar em emissoras de televisão, produtoras independentes, canais do YouTube.

Ou seja, é preciso identificar as etapas necessárias para chegar aonde você deseja, entende? Pense em atitudes concretas, habilidades, oportunidades e contatos profissionais que serão fundamentais nesse processo!

3. Tome iniciativa e comece a agir

Você já tem um plano e sabe como se desenvolver para realizá-lo. Agora, é hora de pensar em pequenas ações para concluir cada uma das metas estabelecidas no passo anterior. Tomando o objetivo de falar inglês de maneira fluente como exemplo, as ações poderiam ser:

  • matricular-se em uma escola de inglês;
  • fazer contatos com pessoas de outros países pela internet;
  • treinar o idioma de vários modos (falar, ouvir, ler e escrever);
  • tentar um intercâmbio ou alguma atividade fora do Brasil.

No final, é preciso ter em mente ações práticas que representarão os primeiros passos para o desenvolvimento almejado — são pequenas medidas que ajudarão a concretizar os objetivos.

Guia de carreiras: Engenharias.

4. Identifique e desenvolva suas habilidades pessoais

Nicole ressalta a importância do autoconhecimento como uma ferramenta para o desenvolvimento pessoal. “Pergunto para as pessoas do meu trabalho quais são as características que elas mais enxergam em si mesmas — muitas têm facilidade em dizer o que não são. Por isso é tão relevante entender o que fazer com o que sabemos a respeito de nós como indivíduos”, comenta.

Portanto, nunca deixe de se questionar sobre o que você está fazendo, em todas as áreas da sua vida, com suas habilidades. Afinal, seus talentos não servem apenas para o estágio ou para uma futura profissão — tampouco são úteis somente em sua casa, para afazeres domésticos ou relações pessoais. Isto é, caso tenha facilidade em ouvir e dar bons conselhos para familiares, você também pode aproveitar essa competência no ambiente de trabalho.

“Desenvolva os talentos que estão à disposição e fortaleça-os constantemente, ainda que pareçam ser habilidades inúteis em relação à sua atividade profissional”, recomenda a especialista.

Para isso, identifique seus pontos fortes. Se você é uma pessoa comunicativa, que gosta de interagir com os outros, por exemplo, tome conhecimento disso e passe a reparar de quais formas essa habilidade é utilizada no cotidiano — seja no trabalho, seja nos momentos de descontração. Aos poucos, tente usar a comunicação de variadas maneiras e teste outras aplicações do que você já conhece. Nesse sentido, Nicole sugere “conectar-se com quem você é”. 

O que pode atrapalhar o seu desenvolvimento pessoal?

Depois de saber o que pode ser feito para se desenvolver, é fundamental ficar por dentro de gestos que podem atrapalhar seu desenvolvimento. Uma exemplificação clara disso são os profissionais que querem dominar o ambiente e as pessoas sem passar por etapas básicas.

“Você pode atingir a excelência em diversos pontos e ser uma grande referência em sua área, com os melhores resultados possíveis. Porém, antes disso, é preciso aprender, crescer e fazer bem até as atividades mais simples de seu trabalho”, esclarece Nicole.

Ainda de acordo com ela, não existe outra forma de se aprimorar em algo além da prática — use seus conhecimentos para agir, testar e ver o que funciona ou não. Os erros fazem parte dessa trajetória e servirão como um indicativo do que ainda não está bom o bastante e deve melhorar.

Outro equívoco frequente nessa missão é ter só objetivos muito distantes. Se possível, estabeleça metas cujos resultados possam ser sentidos em curto e médio prazo, porque a sensação de recompensa é um importante combustível para continuar.

Além disso, saia de sua zona de conforto. Pessoas com pensamentos diferentes e espaços que você não se acostumou a frequentar são decisivos para enriquecer suas vivências e aprendizados. De modo progressivo, seu desenvolvimento pessoal crescerá e trará consequências positivas para diversas áreas de sua vida!

E aí, gostou das dicas? Que tal aprender a desenvolver também a sua educação sobre finanças? Então aproveite para saber como conquistar a sua independência financeira!

Você também pode gostar

2 thoughts on “Especialista dá dicas para acelerar o seu desenvolvimento pessoal

  1. Além de tudo que foi citado no texto, acredito que para um desenvolvimento pessoal completo é preciso que o indivíduo esteja preparado para ler muito, cultivar novos hábitos e estar sempre preparado para as mudanças.

Deixe um comentário