Tecnólogo pode fazer pós-graduação? Tire aqui as suas dúvidas

tecnólogo pode fazer pós
6 minutos para ler

Se você é uma das pessoas que se perguntam se tecnólogo pode fazer pós-graduação, este post vai tirar algumas de suas dúvidas. Esse é um questionamento comum, tendo em vista que muito se associa a graduação tecnológica com os cursos técnicos.

No entanto, já adiantamos que um não é igual ao outro. O primeiro é um curso de Ensino Superior, enquanto o outro é de nível médio de escolaridade. Desse modo, a questão principal já se responde: quem fez uma graduação tecnológica pode sim fazer uma pós.

Neste artigo, queremos explicar melhor como funciona um curso tecnológico e como é o ingresso na pós-graduação, respondendo algumas das principais dúvidas mais comuns. Acompanhe o post e fique por dentro do assunto!

O curso tecnólogo permite o ingresso na pós-graduação

Como visto, a graduação tecnológica é um curso de Ensino Superior. Por esse motivo, depois de se formar como um tecnólogo, é possível cursar uma pós-graduação, especializando o seu conhecimento.

Investir em uma pós é algo que traz muitas vantagens para um profissional no mercado de trabalho. Além de aumentar as suas chances de conseguir uma vaga de emprego, ainda ajuda no crescimento da média salarial.

Isso se dá ao fato de que uma pós permite que um indivíduo se especialize em um nicho do conhecimento, aprimorando as suas habilidades profissionais. Isso faz com que se consiga assumir um cargo mais específico no mercado de trabalho, potencializando as oportunidades de crescimento de carreira e desenvolvimento pessoal.

O ingresso na pós-graduação tem alguns critérios

A pós-graduação costuma se dividir entre lato sensu e stricto sensu. O segundo grupo é voltado para quem deseja seguir a carreira acadêmica, com o desenvolvimento de pesquisas científicas, cursando o mestrado ou o doutorado.

Já a pós lato sensu se divide entre MBA e especialização. Essa é a categoria mais indicada para quem está em busca de uma pós-graduação de curta duração, pois a carga horária mínima exigida para cada curso é de 360 horas.

No entanto, para começar uma especialização, é necessário atender a alguns requisitos básicos de ingresso. Veja quais são os pontos mais pertinentes para dar início a essa jornada!

Ensino Superior completo

Como a pós é uma continuação dos estudos de nível superior, é preciso ter a comprovação de conclusão dessa etapa para começar uma especialização. Sendo assim, não é possível iniciar uma pós-graduação caso o curso ainda esteja em andamento. Porém, você ainda pode buscar novas fontes de conhecimento por meio de cursos livres, palestras e eventos universitários.

Se você já se formou no Ensino Superior, é possível começar uma especialização ou apostar em uma nova pós-graduação a qualquer momento. Basta analisar os critérios que vão influenciar na sua decisão.

Eixo do conhecimento

É interessante seguir no seu eixo de formação. Assim, você adquire conhecimentos aprofundados e complementares à sua área de atuação, desenvolvendo competências e habilidades úteis para a profissão que deseja seguir.

Uma pessoa que cursou um tecnólogo de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, por exemplo, pode se interessar em continuar os seus estudos com uma pós-graduação que condiz com a sua área de Tecnologia da Informação, como Engenharia de Software ou Desenvolvimento de Jogos Digitais.

Reconhecimento do curso pelo MEC

Além disso, é imprescindível procurar por cursos e instituições de ensino que sejam reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC), pois isso vai garantir a qualidade de ensino que você vai receber nesse período.

Por meio de diversos critérios de avaliação, a organização oferece uma nota que vai de 1 a 5 para cada curso e instituição de ensino. Dessa maneira, é fundamental optar por aqueles que obtiveram conceitos acima de 3.

O Ensino Superior Tecnológico é vantajoso

Se a sua dúvida agora é quais os benefícios que um curso tecnológico pode oferecer para a sua carreira, saiba que são muitos! Esse tipo de graduação é o mais indicado para quem quer começar, o mais rápido possível, a atuar no mercado de trabalho e adquirir conhecimentos práticos para ocupar vagas específicas. Veja, a seguir, os motivos!

Menor duração

Existem diversos cursos superiores de 2 anos que são do tipo tecnológico. Essa é uma das principais características dessa forma de graduação, pois as disciplinas são mais diretas e precisas para uma determinada área de atuação.

Geralmente, uma graduação tecnológica vai ter duração média de 5 semestres. Ou seja, em cerca de 2 ou 3 anos é possível conseguir o seu diploma e começar a atuar no mercado de trabalho.

Conteúdos práticos

Como visto, diferentemente do bacharelado — que tenta abordar a maior parte dos assuntos de forma abrangente — e da licenciatura — que prepara o aluno para dar aulas no ensino básico —, o tecnólogo visa focar na área de atuação escolhida pelo estudante.

Desse modo, o conteúdo do curso é mais dinâmico e combina muito com pessoas que gostam de aprender de forma mais prática. As disciplinas têm como objetivo apresentar as técnicas e ferramentas que os alunos vão precisar para atuarem no mercado de trabalho.

Além disso, os tecnólogos não precisam de estágios obrigatórios, o que reduz ainda mais o tempo de formação — o que não impede em nada que o aluno busque por um estágio remunerado.

Alta empregabilidade

Além da rápida inserção no mercado de trabalho, quem opta por fazer um curso tecnológico consegue aproveitar também boas remunerações e diversas oportunidades de emprego assim que se forma — com chances ainda maiores depois de realizar uma pós-graduação.

Os alunos formados nesse tipo de graduação adquirem habilidades e qualificação para atuar em determinados espaços do mercado. Por conta disso, existe uma grande quantidade de vagas destinadas a pessoas que têm esses conhecimentos específicos.

Agora que você sabe que quem se formou como tecnólogo pode fazer pós, aproveite para pesquisar mais sobre esse tipo de graduação e as opções de especialização na área que você tem interesse. Fazer um planejamento da sua carreira desde cedo é fundamental para encontrar o curso certo e se realizar profissionalmente.

Gostou deste post? Então aposto que você vai curtir os nossos outros conteúdos. Para ficar por dentro das novidades, acompanhe as nossas redes sociais! Estamos no Instagram, no Facebook, no YouTube e no LinkedIn.

Você também pode gostar

Deixe um comentário