Mercado de estética: saiba mais sobre as oportunidades de atuação

mercado de estética
6 minutos para ler

Se você se interessa pelo mercado de estética, muito provavelmente é porque gosta de contribuir para a autoestima das pessoas. Além de ser algo muito gratificante do ponto de vista pessoal, investir nessa carreira também traz inúmeros benefícios profissionalmente falando.

Afinal, trata-se de uma das áreas mais estáveis do mercado de trabalho. Mesmo em tempos de crise, as pessoas não deixam de cuidar da pele, dos cabelos, das unhas etc. Já é natural separar uma parte do orçamento do mês para cobrir esses gastos, o que mantém a economia sempre girando nesse setor.

Está pensando em se especializar no ramo? Continue a leitura e entenda por que o investimento vale a pena!

Como está o mercado de estética no Brasil?

Dados divulgados pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC) evidenciam que a estética é um dos ramos de maior expansão no mercado brasileiro. Nos últimos anos, esse setor cresceu 567%, contando com a colaboração de mais de 480 mil profissionais envolvidos.

Ainda de acordo com a ABIHPEC, o setor movimentou R$ 47,5 bilhões em 2018, tendo perspectivas bastante otimistas também para os próximos anos. Isso se explica pelo fato de o segmento não ser sazonal; ou seja, independentemente da estação ou época do ano, as pessoas estão sempre interessadas em cuidar da aparência e manter a autoestima. 

Onde o profissional do mercado de estética pode atuar?

Quando o assunto é estética, logo pensamos em salões de beleza, clínicas e SPAs. Mas as áreas de atuação do mercado vão muito além desses departamentos. Você sabia que os profissionais de estética são requisitados também em hospitais e em outros segmentos da área de saúde?

Uma clínica de cirurgia plástica, por exemplo, certamente conta com um esteticista em seu quadro de funcionários para auxiliar no tratamento pós-operatório. Outro local de forte atuação são as academias, onde os esteticistas atuam em conjunto com nutricionistas e demais preparadores físicos com o objetivo de cuidar do bem-estar das pessoas.

Quais são os principais segmentos do mercado de estética?

Já demos um panorama das áreas de atuação desse mercado. Vamos agora aos principais segmentos de trabalho no ramo.

Estética facial, corporal e capilar

Sem dúvida, esse é o segmento mais procurado por quem busca os serviços de um esteticista. Afinal, está diretamente relacionado ao que falamos sobre a necessidade de as pessoas de cuidarem de si. A estética corporal trabalha sobretudo com a definição do corpo dos clientes, especialmente no combate à celulite, estrias e flacidez.

Na estética facial, o foco são os tratamentos para eliminar rugas, marcas de expressão, cravos e espinhas. As limpezas de pele são o carro-chefe dessa subárea. Já a estética capilar envolve os cuidados relacionados aos cabelos, como tratamentos de beleza e combate a quedas.

Estética masculina

Foi-se o tempo em que apenas as mulheres se dedicavam aos tratamentos estéticos. Finalmente os homens estão deixando de lado seus preconceitos, e muitos já viraram clientes cativos em clínicas de estética masculina. Os serviços mais procurados incluem drenagens, limpeza de pele e depilação a laser.

Biomedicina estética

Trata-se de um ramo da Biomedicina, ciência que lida com pesquisas relacionadas a doenças humanas, identificando fatores ecoepidemiológicos e ambientais que auxiliam nos diagnósticos e tratamentos. Esteticistas que trabalham nesse ramo geralmente atuam em conjunto com biomédicos desenvolvendo tecnologias e procedimentos relacionados aos tratamentos estéticos.

Tratamento pós-cirúrgico

Como já apontado, os esteticistas também têm vaga garantida em clínicas médicas para auxiliarem os pacientes com os cuidados necessários após os procedimentos cirúrgicos. Nesse caso, eles normalmente trabalham em conjunto com cirurgiões plásticos.

Consultoria estética

Profissionais interessados em dar consultoria estética costumam ser autônomos. Geralmente, trabalham para grandes empresas do ramo de saúde e beleza, oferecendo palestras sobre tratamentos específicos, uso de equipamentos, fabricação de cosméticos, entre outras temáticas do setor. 

Como se preparar para atuar no mercado de estética?

Separamos 4 dicas práticas para você investir nesse mercado com segurança. Confira!

1. Faça uma graduação em Estética e Cosmetologia

Estamos falando de uma profissão que demanda muita expertise no assunto. Até porque, os clientes precisam confiar que um bom trabalho será realizado, certo? Na maioria das vezes, o esteticista lida com a autoestima das pessoas, então é preciso ter total domínio das técnicas para não decepcionar. Portanto, é fundamental fazer um curso na área, como uma graduação em Estética e Cosmetologia, a fim de desenvolver suas habilidades no segmento.

2. Fique por dentro das tendências do setor

Quem procura um serviço de estética com certeza quer contar com as técnicas mais inovadoras do mercado, não é mesmo? Por isso, é importantíssimo manter-se atualizado sobre as tendências do setor, investindo em treinamentos e em capacitações para oferecer sempre os melhores resultados à sua clientela.

3. Invista em diferentes experiências

Como vimos, são diversos os ramos de atuação de um esteticista. É natural querer focar um segmento específico; porém, não feche suas portas. Procure investir em diferentes experiências para se tornar um profissional com ampla capacidade de atendimento, abrangendo técnicas de estética corporal, facial, capilar, entre outras de grande procura.

4. Desenvolva sua marca pessoal

Essa dica é especialmente válida àqueles que trabalham por conta própria e têm perfil empreendedor. Nesse caso, é imprescindível que o esteticista desenvolva seu marketing pessoal para chamar a atenção do público e cativá-lo com os serviços prestados. Nesse sentido, as redes sociais são ferramentas muito poderosas. Comece criando uma página para oferecer seu trabalho e divulgar o resultado dos procedimentos. Que tal?

Com essas dicas, não vai ser difícil se destacar no mercado de estética. É claro que ser apaixonado pela profissão ajuda bastante. Mas não se esqueça de que procurar a faculdade certa também faz toda a diferença na construção da sua carreira. Hoje em dia, com o mercado cada vez mais competitivo, ter um curso superior no currículo é pré-requisito.

A graduação tecnológica, por exemplo, é uma excelente alternativa para quem quer concluir os estudos com mais rapidez e ingressar de imediato no mercado de estética. Considere essa possibilidade e invista no seu futuro profissional. Assim, muito antes do que você imagina, colherá os frutos de um trabalho bem-sucedido!

Gostou do post? Aproveite e compartilhe o conteúdo para inspirar seus amigos da rede!

CARREIRAS DA SAÚDE
Você também pode gostar

Deixe um comentário