Gastos com a faculdade: como se planejar?

gastos com a faculdade
7 minutos para ler

Assim como qualquer investimento de médio e longo prazo, para encarar uma graduação, é preciso ter um bom planejamento financeiro, a fim de não se perder nas contas. Isso porque os gastos com a faculdade não se resumem ao pagamento das mensalidades. Ainda tem o transporte, alimentação, materiais, uniforme (em alguns casos, como a área da saúde) e até mesmo moradia.

Como sabemos que a parte financeira é a que mais tira o sono dos estudantes universitários, para não fechar o mês no vermelho, é preciso de uma boa estratégia de administração das suas finanças. 

Vale lembrar que as pessoas mais bem organizadas e que fazem controle de gastos eficientes são as que menos sofrem com suas contas mensais. E mesmo com uma grana bem curta, acredite, é possível fazer isso.

Como? Bem, continue conosco na leitura deste post e veja como nossas dicas podem ajudar você!

Descubra quanto você ganha e faça um orçamento

Em primeiro lugar, para controlar os gastos com a faculdade, você precisa sentar e olhar quais são seus rendimentos totais, ou seja, quanto entra de dinheiro todo mês na sua conta ― não se esqueça de nada (salário, renda extra, ajuda dos seus pais etc.). 

gastos com a faculdade

Dessa forma, é possível fazer um orçamento considerando todas as suas receitas e despesas, com o intuito de saber quais são suas contas fixas e quanto sobra para uso pessoal.

Não faça compras por impulso

Se você é daquelas pessoas que não pode ver uma roupa da moda ou um celular “top”, por exemplo, e já quer sair comprando, é melhor puxar o freio de mão. As compras não planejadas, feitas por impulso, são as que mais podem desequilibrar seu orçamento. Se for com o cartão de crédito, pior ainda, pois se deixar de pagar uma única fatura começam a correr juros sobre juros.

Então, antes de sair comprando tudo o que vê, faça a seguinte pergunta para si: eu realmente preciso disso agora ou posso esperar?

gastos com a faculdade

Compare preços

Decidiu que vai comprar? Então, pesquise preços. Para isso, recorra à internet. Em uma busca rápida, você consegue comparar o valor dos produtos de seu interesse e até pesquisar em sites internacionais ― caso o produto seja importado ―, o que pode baixar bastante o preço final. 

Além disso, é possível saber qual a opinião de outras pessoas que já adquiriram tal produto por meio das avaliações registradas. 

Atente para a data do vencimento de suas contas

Tem contas para pagar? Atente para a data do vencimento ― em especial a da mensalidade ―, para não arcar com o pagamento de juros e ter outras dores de cabeça. Para facilitar, tente programar o pagamento em débito automático para contas mais altas, como a da faculdade. Mas atenção a um detalhe: não se esqueça de checar se o valor foi debitado, pois às vezes pode haver problemas de comunicação entre os bancos.

Além disso, crie uma planilha com todas as suas contas fixas para não deixar nenhuma de fora. Inclua tudo: cartão de crédito, despesas com plano de saúde, todos os gastos com a faculdade, serviços etc.

gastos com a faculdade

Vá em busca de descontos na mensalidade

Você sabia que é possível obter descontos nas parcelas da faculdade? Você pode pleitear isso de várias formas. A primeira delas é justamente pagar as parcelas em dia, já que as faculdades costumam oferecer descontos para quem paga até o dia do vencimento.

Além disso, veja quais são as outras opções de desconto oferecidas pela instituição. Alguns exemplos são os convênios com empresas, bolsas de estudo para calouros, honra ao mérito, indicação de amigos, transferência de outra faculdade, diluição de mensalidade etc.

Também, é possível aliviar o peso das parcelas pleiteando uma bolsa de estudos ou financiamento por meio dos programas de incentivo do governo federal. Embora sejam destinados a pessoas de baixa renda ou com limitação financeira, muita gente consegue ao menos financiar a faculdade. São eles:

  • Programa Universidade para Todos (Prouni): oferece bolsas integrais e parciais para a primeira graduação a estudantes com renda familiar por pessoa de até 1,5 salário mínimo.
  • Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies): oferece financiamento do curso para estudantes com renda familiar limitada a juros baixos, incluindo taxa zero.

Poupe dinheiro

Poupar dinheiro significa reduzir as despesas cotidianas e investir em rentabilidade. Para isso, corte gastos supérfluos e destine parte dos seus rendimentos a uma aplicação financeira. Ao fazer isso, você consegue criar uma reserva de emergência para evitar perrengues em caso de algum problema financeiro, ao passo que começa a criar seu patrimônio.

Existem vários tipos de investimento, desde o mais conservadores, como a poupança, até aqueles de maior risco, como é o caso da compra de ações na bolsa de valores. Uma dica é fazer cursos para saber como trabalhar seu dinheiro.

gastos com a faculdade

Veja o que é possível controlar

Já que falamos sobre a redução de despesas cotidianas, algumas atitudes simples podem evitar um rombo nas contas no final do mês. “Aparando as arestas”, é possível arcar com os gastos com a faculdade até o fim da graduação, sem crise ou dor no bolso. Veja como a seguir:

Transporte

Como é o deslocamento para a faculdade? Se a alternativa é ir de transporte público todo dia, faça um cartão de estudante para pagar meia. Ao aproveitar esse benefício, você diminui, pelo menos, 50% dos custos.

Além disso, veja se é possível utilizar outros modais de transporte, como é o caso da bicicleta. Se sua cidade tiver ciclovias, melhor ainda, pois você transita com segurança e ainda sai do sedentarismo.

gastos com a faculdade

Também, veja se é possível rachar uma carona com um colega que vá de carro ou tente rachar uma corrida de aplicativo. Alguns serviços oferecem a opção “Juntos” que permitem caronas coletivas e o preço sai ainda mais baixo. 

Ah, se você morar ou trabalhar relativamente perto da faculdade, não hesite em ir a pé.

Alimentação

Sabe o lanchinho na hora do intervalo? Esse pode ser um grande perigo para os gastos com a faculdade. Então, você pode economizar se levar comida de casa. Frutas e barras de cereal são exemplos de itens bastante saudáveis e fáceis de transportar. 

Outra dica é fazer lanches frios e levar em um recipiente térmico, assim você pode sair de casa cedo sem se preocupar com a conservação do alimento.

Fotocópias e materiais escolares

Os gastos com materiais escolares e fotocópias podem ser altos. Então, aqui vão algumas dicas rápidas:

  • caso precise de materiais específicos, como réguas, esquadros ou kits de saúde, procure itens usados. Em muitos casos, você encontra preço muito abaixo do mercado e itens de qualidade;
  • precisa de livros? Recorra a sebos. Na internet há, inclusive, sebos virtuais com preços acessíveis e títulos de todo tipo em ótimo estado.
  • precisa tirar fotocópias? Em vez de gastar na copiadora, veja se é possível ter acesso a esses materiais em PDF. Você não só economiza, como também evitar carregar peso.

Lazer com amigos

Todos merecem ter diversão, sair com os amigos e paquerar, claro. Mas vá com calma! Excesso de baladas, shows, barzinhos e viagens também podem desequilibrar suas contas, especialmente se a grana já estiver curta. 

Então, procure fazer programas mais “light” com seus amigos. Assim, a diversão é garantida e você não chora quando as faturas chegarem.

gastos com a faculdade

Esperamos que essas dicas ajudem você a controlar os gastos com a faculdade e a planejar definitivamente sua vida financeira. Como você viu, são hábitos simples que fazem uma grande diferença.

Por falar em tranquilidade, você sabia que o aluno da Estácio está assegurado em caso de algum problema financeiro consigo ou com seu responsável? Aproveite para conhecer agora mesmo como funciona nosso seguro educacional, seus benefícios e sua importância!

Você também pode gostar

Deixe um comentário